quarta-feira, abril 3

Um outro ponto sobre o amor.

Quando eu escrevi sobre o amor que dói não quis dizer o que muitas entenderam. Texto tem disso, cada um interpreta de um jeito mesmo e isso é ótimo.

Eu não quero e nunca quis outro amor além do meu. Eu não saí da minha casa para tentar algo que fosse eterno enquanto durasse, eu quis e quero ainda que dure para sempre e sempre acreditei nisso, até quando quis espancá-lo e foram várias vezes. Aconteceram inúmeras coisas que não vale a pena relatar, inclusive minhas crises depressivas.

Não ando atrás da minha alma gêmea porque eu a reconheci no dia que vi. Ela já existe a apareceu na minha vida. O que aconteceu com o relacionamento não tem nada a ver com amor em si. Amor é um sentimento que cada um interpreta de um jeito, não existe um amor universal, um amor certo ou errado, um amor assim ou assado, existe o amor que cada um sente. E eu sinto o meu. Sinto pelo meu relacionamento ter se perdido e não pelo amor que foi perdido porque nunca se perdeu. Amor não tem a ver com as coisas da vida, as contas para pagar, com a pessoa estar certa ou não. De se ter ou não razão. Amor se sente. Não se explica, não se aplica. Ninguém é capaz de sentir o amor do outro por si, você pode ver demonstração de amor. Amor não é mercadoria que se dá ou se recebe, amor é um sentimento que sublima todas essas coisas acima. Eu nunca deixei de amar o Marcos por um dia sequer desde o dia que comecei a amá-lo porque o amor não acaba, amor não precisa de alimentação, regadas diárias, conversas, isso é relacionamento, amor não é relacionamento. Amor é amor. Você não ama a pessoa porque ela te faz bem ou mal, porque ela merece ou não, porque ela é bonita ou feia, você ama porque ama simplesmente. Eu escolhi amar, eu não escolhi muitas coisas que aconteceram, mas amar eu sempre escolhi. O amor só faz bem a quem sente, as escolhas que fazemos podem ser baseadas no nosso ego, no nosso conceito de mundo, mas uma escolha por amor jamais dá errado, porque como disse amor se sente. E só.

Não existe um jeito certo de amar, como não existe erro no amor, existe erro nos seres humanos, todos, incluindo eu. Amor não inclui ou exclui nada. No amor não existe erros ou fracassos.

Eu nunca me arrependi de amar, sempre disse que foi a MELHOR coisa que me aconteceu na vida, o poder de amar, o poder de sentir, o poder de continuar sentindo, o amor é o sentimento mais libertador que existe, se não fosse pelo amor eu jamais conseguiria ter superado tanto na vida, o amor colore a vida de quem ama e não do objeto que se ama, tudo o que nos trás dor é um conceito do que o amor deve ser, de como comparar o seu amor ao de outra pessoa, eu nunca conseguiria negar meu amor ao meu objeto amado porque como disse amor não se dá então como negá-lo?

Eu daria toda a minha vida pelo meu amor, eu escolhi minha vida pelo amor desde o dia que conheci e soube o que é o amor. Amor não faz sofrer. Amor não trás dor. Como disse e repito, amor não é relacionamento e eu jamais escolheria outra pessoa para amar. Eu nunca exclui do meu amor nada do que ele era ou foi porque eu consigo amar o todo, como consigo amar a minha mãe da mesma forma e repito para ela TODOS OS DIAS, eu nunca disse "mãe eu te amo apesar de"... eu vou desligar meu celular e repito: mãe eu te amo, e não é para que ela saiba do amor, é para que meu amor por ela seja sentido por mim.
Eu posso não saber nada sobre relacionamentos, ms sobre o amor eu sei, porque o amor não se explica. Por isso é desnecessário qualquer explicação. Eu amo o Marcos com tudo o que o envolve, e isso não tem nada a ver com aceitação, como disse o amor não exclui nada. Ama-se porque se ama.

Tudo o que você ouve ou lê sobre o amor está basicamente errado. Se você tem um problema de relacionamento, isso não é um problema de amor, porque o amor é perfeito, imperfeito somos nós.

Deus, ou o nome que você dá a entidade divina, te ama incondicionalmente, ele nunca disse que te ama apesar de você ser retardado. Isso é amor.

Ame ao outro sem pedir nada em troca, porque amor não é moeda, amor não é demonstração de amor.

Eu vou continuar acreditando no meu amor sempre, porque minha cabeça é burra, mas meu coração não.


6 comentários:

Aline disse...

Cristal, achei linda essa visão do amor. Eu entendi mal o outro post :x.
Fico feliz de ver essa fé no amor que tens! Talves seja isso que irá te resgatar dessa fase! Beijos

Aline disse...

Corrigindo: talveZ. Fiz letras, pelo amor.

Afrodite disse...

Sorry se interpretei mal tuas palavras...
Amor realmente é perfeito!Imperfeito somos nós!
Posso acrescentar apenas uma coisa?
O único amor que senti em minha vida da forma como você descreveu foi por meus FILHOS.Um amor imenso e incondicional,que deve ser o mesmo que vc sente pela sua mãe.Um amor que não esperamos nada em troca,apenas damos,partilhamos,sentimos....
Creio que seja quase impossível sentir por outro ser humano que não tenha nos gerado ou que geramos.
O amor de relacionamento realmente é diferente.
Beijo!

Ana disse...

Post perfeito....

carol pinheiro disse...

É colega,pela primeira vez não te entendi,ou melhor,entendi e discordei totalmente, Amor ,pra mim, realmente não é doação, é troca,é reciprocidade, é como se fosse uma partida de tênis,onde se arremessa a bola e se o outro não a devolve, o jogo acaba.

Sou mãe e amo meus filhos acima de tudo nessa vida,mas até deles espero sim,reciprocidade.

Amar sozinha,se dar e não ter nada de volta, apoiar sempre e não ser apoiado,querer estar junto e não ver isso no outro,pra mim não é amor, é masoquismo.

Amor pra mim,é o sentimento que mais nos aproxima da plenitude, da felicidade e da paz. Se não é isso o que me traz,pra mim não é amor,é ausência dele por nos mesmos.

Realmente não creio que alguém viva um "amor" como vc descreveu e seja feliz,apenas por senti-lo,sem na realidade vivê-lo,já que se não existe mais o relacionamento,( o exercício do amor). A menos que vc se refira ao amor por Deus por exemplo,ou por aqueles que já se foram.

Porque amor de homem e mulher amiga,tem que ser sentido,vivido,sofrido alí,olho no olho,pele na pele, na tão discutida e querida relação!

E me atrevo a te dizer que é de um desses que vc (e todas nos) precisamos! Ah,e pre terminar,amor pra mim,nasce e morre sim,e qdo falece,temos que enterra-lo,termos nosso luto e depois irmos á luta,por que a Vida amiga,Continua,Graças á Deus!!!!!

Ana P. disse...

eu entendo perfeitamente o que você quis dizer pq, mesmo depois de anos, eu nunca deixei de amar.

enfim... eu sempre digo que relacionamento não exige amor, relacionamento exige respeito. mas essa sou eu, a pessoa que ainda não conseguiu criar esse vínculo por não confiar em ninguém.

"ama-se porque se ama". é tão simples e ao mesmo tempo complicado de entender.

sua linda, você não precisa explicar o amor. porque por mais que você fale e fale e fale, este é o SEU amor. então apenas curta o sentimento e seja feliz assim!