sábado, maio 3

Desentulhando

Estou firme no meu propósito organizacional e desentulhador, ontem eu:

Doei duas calças jeans novas, mas que não eram meu estilo, minha mãe tinha me dado, uma ainda estava com etiqueta.
Doei uma bandeja de madeira para colocar copos a um colega de trabalho - ganhei em uma assinatura de revista.
Doei um lenço de pescoço para outra colega de trabalho.
Doei duas bolsas para minha enteada, uma ganhei na assinatura da revista, uma bolsa de praia e outra era uma que nunca usei, estava parada aqui e preciso de espaço.
Peguei um lençol velho que estava furado e manchado de ferrugem, recortei e fiz virar panos de limpeza.
Peguei um óleo de corpo que fica guardado porque foi caro e coloquei no box, tomei um banho e usei sem dó, coloquei meu pijama e fui dormir.

Agora estou com uma sacola de roupas, praticamente imprestáveis, algumas coisas vão para o lixo direto, outras não sei se posso transformar em alguma coisa.

Parabéns para mim!





Um comentário:

Andréa disse...

Ai, que eu tô precisando taaaaannntooo fazer isso aqui em casa. Mas tipo em to-dos os cômodos da casa, e não crio coragem!!!!
E as coisas vão se entulhando. E sabe como eu me sinto? Como aquele pessoal da propaganda, que "vê" e "ouve" os objetos falando, falando, falando, sem parar...
Mas tenho fé que vou arrumar essa casa antes da Copa.