domingo, setembro 27

Aquisição do SÉCULO

Não me perguntem como, já que a pobreza andou batendo forte o tambor eu quero é tic tic tic tac, eu comprei um tablet, não disse que já paguei o tablet, disse que comprei, e mesmo que ele seja tecnologicamente cheio dos paranauê, só e somente uma coisa valeu todo o dinheiro que ainda não paguei, o fato que posso carregar cinquenta mil livros pra lá e pra cá. Gente uma maníaca por leitura deveria ter passado fome para ter um negocinho desses, só de pensar que não ficarei com o olho comprido toda vez que passar em uma livraria e que tenho acesso a um monte de livro bosta sem precisar comprá-los me dá uma alegria enorme no coração, afinal foi em e-book que descobri que não gosto de Nicholas Sparks (nu, até arrepio) e aquele cara que escreveu A Culpa é das Estrelas, apesar da figura dele ser simpática, aliás esse livro é tristeza e uma desgraceira só, até gosto de drama, mas não nesse estilo.

Niqui quando adicionei os livrinhos e pude ler, gente fiquei com o cu em chamas, já li uns três em 10 dias, chato é quando ele cai na minha cara quando cochilo... não é tão suave quanto o papel. Leio no ônibus, cagando, quando estou fumando, e só é chato porque a bateria acaba e o carregador tem o exato tamanho da minha paciência, muito pequeno.

Ah leio no ônibus, e cago para "você não tem medo de ser roubada?" gente eu tive uma crise depressiva, tirando isso só tenho medo de ter de novo, câncer e morte na família.

Não ele não substitui o papel, não dá pra rabiscar, grifar e segurar como um tesouro, mas sinceramente? Deixo os clássicos para o papel e o resto vai nele.

Estou tipo apaixonada.

Ler foi uma enorme fuga nos piores dias, só ler me tirava literalmente da minha cabeça e me levava pra qualquer lugar, tenho que agradecer um tanto de fatores estar melhor, Marcos, meus esforços, minha repetição eterna que tudo ficaria bem, mas meus livros certamente me ajudaram muito.

Não vejo tv e fiquei MESES sem internet, como você acha que passava meu tempo? Tirando o tempo que me obrigava a dormir para o tempo passar? Livros. livros e mais um tanto de livros.







Um comentário:

Dani Antunes disse...

Também cago pra "você não tem medo de ser roubada?" desde tempos imemoriais. Tô, inclusive, devorando teu blog (como tu deve ter percebido pelos comentários...rs) no meu iPhone, dentro do ônibus a caminho do trabalho.

Concordo plenamente. Livros fazem parte de quem eu sou. Infelizmente eu curso Letras e agora só posso ler as coisas sugeridas pelos professores, ou reprovo em alguma matéria. Mas tudo bem... Teu blog tá aqui pra me distrair enquanto isso.

Viciei! haha