segunda-feira, setembro 7

Texto Antigo

Ontem eu recebi um Follow-up mega negativo do meu chefe, perdi o atendimento de mais dois clientes.
É claro que ele não faz a mínima ideia de como me sinto doente, como é difícil levantar e vir trabalhar, quanto mais fazer um trabalho que se preze.
Sinceramente não sei porque ainda não fui despedida, ao longo dos últimos tempos meu trabalho só cai de padrão, chegando ao ponto de eu passar o dia todo e não consegui efetivamente trabalhar mais de umas três horas por dia. Tudo é tão sem sentido.
Preciso sempre manter o “alto astral” como vendedora, mas muito mal consigo manter o astral, consigo me manter respirando, não rola o ímpeto carniceiro de brigar por um pedido, de brigar por qualquer coisa.
O pior é que eu me importo com a opinião alheia, então o que ele disse sobre o meu trabalho estar muito muito aquém das minhas capacidades só me faz doer mais porque sei que no fundo é verdade, mas nunca encontro o gatilho que vai me tirar dessa, tem horas que sei que basta uma pequena coisa, mas qual será essa pequena coisa?
Estou brigando com todo mundo, me sentindo cada vez pior, cada vez mais e mais afundada em uma coisa horrorosa, que está acabando por virar minha vida como um todo.
Não tenho vontade de me abrir com ninguém, conversar com ninguém, é como se o mundo estivesse diminuindo a ponto de eu só conseguir desejar dormir.
Briguei com uma colega de trabalho, não quero falar com minha família, acho que se eu conseguir balançar minha cabeça pra frente e pra trás até as 18:00hs poderei chegar em casa e ficar lá deitada olhando para o nada. É o mais próximo do alívio que consigo sentir no momento.

Ontem, depois das críticas que recebi, não sem razão, fui pra casa e dormi, não tomei banho, não comi, não fumei. Só cheguei e dormi. Esse é o resumo da minha existência, me arrasto para o trabalho, trabalho mal, chego em casa e durmo, quando sinto fome, quando chego a sentir algo além desse enorme vazio, como qualquer coisa e durmo. É horrível viver assim.




5 comentários:

Ema H disse...

Amei o 'Texto Antigo' e todo o blog. Já estou seguindo! Segue o meu tbm... :*
http://iwillbeskinnyjs.blogspot.com.br/

sandra moura disse...

Sei como é, mas ao contrário de ti não brigo,apenas resigno.Tenho uma filha,então fica mais difícil só dormir,contudo foco em Deus,Ele Nos ama e Nos aguarda.😘

Lih Neta disse...

Estou no mesmo barco e com o agravante de que pedi demissão porque não conseguia mais só existir dentro do trabalho.
Contas acumuladas, brigas...vish.

Lara Mello disse...

Entendo. Há uns 2 meses atrás estava assim, completo banzo, cheguei a ficar 3 dias em casa olhando para o teto, sem fazer nada, NADA MESMO.. Não sei quando minha vida deu uma melhorada, não houve um up especifico, ´´e só uma fase, vai passar, acredite.

Saudadizinhas de vc.

Débora Mel disse...

Poxa... Melhoras pra ti, guria....