sexta-feira, fevereiro 27

Acabou a mamata, negada.

A vida, essa caixinha de surpresas/josefclimber... já voltei para o trabalho e ó, felicidade radiante, momento indescritível de tamanha potencialidade dramática.

É, num deu nem 20 dias, já tem outra vencida, e tamu cagando pra essas coisas, né? Afinal meu trabalho é a razão do meu viver e quando não estou aqui me sinto muito mal. Por isso eu implorei para voltar.
Claro que eu não vim obrigada.

Mermão, vou te dizer uma coisa, quem nasceu para brócolis, jamais será couve-flor.

De resto, nada que dois anos de trabalho não coloque em dia.

Agora vem a máxima, o clips da minha pasta: Estamos com as premiações suspensas até mês que vem.

Mas como eu não preciso de dinheiro para ser uma funcionária motivada eu sigo assim, com brilho nos olhos e sorriso na voz.

13 comentários:

Andarilho disse...

Eita, nem pareceu que vc saiu de férias.

isabela. disse...

PORRA!

D:

BETA disse...

PUTZ, QUE FOTO É ESSA???? RSRS

Ana Cláudia disse...

Meu!!! não tem nada normal na sua vida, nem a empresa que tu trabalha?

Ana P. disse...

Mas que bom que pelo menos você está feliz de voltar, né, pior seria se eles tivessem te obrigado a voltar das férias antes do tempo e...

Ah, além disso, meu, quem precisa de dinheiro??? O mundo está em crise, e vc tem que se orgulhar de ser mais uma brasileira colaborando para o crescimento da fortuna do seu chefe, ops, econômico do seu país

Cristal - a louca. disse...

Andarilho: E vc vem dizer isso para mim? rs.

Isabela: Caralho!

Beta; Foi a que melhor ilustrava meu momento rs.

Ana: Aaaaahhh num fala assim que eu fico emocionada. A resposta é nops.

Ana P: Feliz não é a palavra exata e sim RADIANTE!
Eu não preciso de dinheiro, tenho talento.
Eu me orgulho. Muito. Tanto. Que. Nem. Tenho. Palavras.

Beijundas ^^

Mysterious Ways disse...

qual é vc?
:P

Natie disse...

Pode crer eu te entendo, eu tbm não trabalho em uma empresa normal. Ou melhor, vai que de repente a empresa é normal e o problema sou eu.

Natie disse...

Pode crer eu te entendo, eu tbm não trabalho em uma empresa normal. Ou melhor, vai que de repente a empresa é normal e o problema sou eu.

Amanda Maron disse...

Gente do céu, se o seu brilho nos olhos estiver assim, quero uma vaga aí nessa empresa. Afinal de contas, tbm nao preciso de dinheiro pra nada. Acabei de me mudar e vou viver de luz, vendendo os pentelhos do cu pra pagar a energia. ^^

Dann Carreiro disse...

Amanda Maron, eh mara!
auauhuahauha

Cristal - a louca. disse...

Misteyous > A mais bonita é claro!

Natie > O problema somos nós, certeza.

Amanda: O Porblema começa quando os pentelhos acabam, espero que seja cabeluda rs.

Dann: Sem dúvidas!

Beijundas ^^

hanna disse...

Eu até ia fazer um comentário, mas eu esqueci, depois de ver essa loiruda ai? (uótarrel?????)
Curuizzzzzzzzzzz
Um abraço