segunda-feira, fevereiro 21

Eu era.

Eu, sinceramente não sou uma pessoa que sabe lidar bem com inconstância, sou constante, normal, velha, daquelas que gosta de ter as coisas no mesmo lugar sempre, segurança.
Talvez eu seja do tipo que nasceu para casar e morrer velhinha com outro velho chato e nem sei. Talvez eu não seja tão chegada a fortes emoções.
Meus dias é uma mistura eufórica do que fazer e como, com “ó vida, ó azar”. Chega uma hora que correr é vício, tem dias que nem sei porque corro tanto.
Preciso de ajuda, preciso parar de correr, preciso achar onde coloco minhas energias, preciso me lembrar.
E me sinto muito cansada, minha mente vagueia vagueia, ontem fui dormir pensando em academia, números, se compro isso ou aquilo, porque todo mundo confia em mim, menos ele. E acordo no meio da noite, assombrada, uma hora, uma e quarenta, três horas, cinco horas....

Me sinto perdida, anestesiada, flutuando sem saber bem onde.

Tá foda negada, e hoje, eu quero muito comer e dormir, sinto tanta vontade que nem ir para o shoping gastar dinheiro ganha, nem fazer nada legal ganha, comer e dormir, dormir muitas horas seguidas, comer quando estiver com muita fome, fumar um cigarro e voltar a dormir.

Eu costumava ser uma pessoa legal e engraçada, hoje sou só uma chata.

2 comentários:

Lari e Dé disse...

eu gosto de você, sabia?
vc se parece comigo...

Madame disse...

Ta me descrevendo! rsrsrsrs

É horrivel ir dormir e ficar pensando nas contas pra pagar, nos kilos a perder e na chatice das pessoas.
Pra nao surtar o jeito é tentar relaxar...to tentando sabe, mas ta foda.

Tento ir deitar so quando to bebada de sono, pra nao levar problemas pra cama.

Melhoras ae!

bjus