segunda-feira, abril 11

Eu falo, tu falas, ninguém ouve.

Um dos maiores defeitos da minha cabeça é querer ansiosamente resolver tudo, quando na verdade tem tanta coisa que sequer precisa ser resolvida, sem falar nas coisas que precisam ser resolvidas por outras pessoas.
Ansiedade boba, no final vamos todos morrer mesmo, e tudo o que temos é o que? Nem o minuto seguinte nos é garantido, e tudo ao mesmo tempo que é tão definitivo é tão passageiro.
Aquele problema enorme que deixei no trabalho, alguém já resolveu pra mim, claro, existirá suas consequencias, mas né? Daqui a cinco anos nem lembrarei dele, ou lembrarei somente como uma referência, lembra quando fiz aquela venda fenomenal e o fornecedor estourou TODOS os prazos? Então, acontece.
Desde que ouvi pela primeira vez, concordo, coisas não tão legais acontece com pessoas legais, existe tanta coisa que gostaria de contar aqui, compartilhar, mas depois vem a necessidade de ficar quietinha ouvindo musica estranha alemã.

E no final, sabe, nada disso importa de verdade, importa é que nada é importante, que o que você dá mó importância hoje, amanhã é porra nenhuma, não é nem uma poeira nas suas lembranças, então pra que se aborrecer?

3 comentários:

Andarilho disse...

E o amanhã não pode nem chegar.

Madame disse...

Faz muito sentido, todos vamos pro mesmo buraco e se hoje ta uma merda, amanha com certeza vai ser menos pior.

besos gatinha

Nayana. disse...

Esse título é algo que me ocorre muito frequentemente; Coisas não tão legais com pessoa legal [no caso do exemplo, eu] também ocorrem com mais frequência do que eu gostaria.

E ficar quietinha escutando música estranha alemã é algo que eu faço dia sim, dia também.

Bora fundar um clubinho?