sábado, setembro 3

Eu sou demais.

Episódio: Saindo da terapeuta.


Saí da assimilando os dizeres da terapeuta, toda trabalhada na sensibilidade, meio chorosa, vou pra casa, não vou comer primeiro, preciso introjetar essas coisas que ela me disse, pensativa... oh wait! Uma loja de sapatos!

Vou entrar para dar uma olhadinha só, nussa vocês lindos, parem de gritar, eu também amo vocês, sei que precisam de um lar, mas já tenho sapatos suficientes.

Tá, preciso mesmo de uma sapatilha a última me fez passar vergonha de chulé. Moça, me dá uma daquela dali, é aquela ali imitação chanel, me dá logo antes que eu morra sem ela.

Niqui bato os olhos na sandália de 15 cms de salto (ei, eu ainda sei andar num negócio desses?) verde, enorme, travecona, escandalosa, pensei-me toda mulher precisa de sapatos poderosos, my good ela está em promoção, sério? Só tem esse par mocinha?? Só tinha baby porque pode mandar embrulhar que tô levando.

Nada como duas terapias no mesmo dia. É o que sempre digo.

2 comentários:

Lua Nova disse...

Demais, né não?
E quem resiste a uma sandália poderosa com um baita salto?
Eu também não.
Além do mais, a gente pode ficar deprimida e linda, não pode?
Beijokas.

'Lara Mello disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAH
Quem não precisa de sapatos??