quinta-feira, março 8

A gente descobre cada coisa de si mesmo...

Acabo de beber água em um pote de plástico por preguiça de lavar um copo, as vezes me surpreendo com minha adaptação a preguiça.
Quem imagina que aquela vendedora brilhante, ótima profissional, convence até o papa a virar macumbeiro, escreve e fala como poucos, bonita, inteligente e quase culta, ótima mãe dos meus bichos de pelúcia pode fazer isso? Ninguém né?

E beber vinho em copo de plástico? Só para elucidar é tudo da mesma garrafa tá, não ando com dinheiro para gastar com Sangue de Boi e vinho Cantina da Serra (ai a pobreza se aproxima mas nunca deixo ela chegar, finjo que estou fazendo tudo isso para uma pesquisa sociológica).

Tá já vou lavar a louça e fazer comida que não sou bagunceira, tá sou um pouquinho, mas tudo em função da tal pesquisa sociológica, defenderei minha tese baseada nesse assunto.

Ou não.

Nenhum comentário: