terça-feira, junho 19

Vejam vocês.

Como o mundo é irônico.

Eu ia comprar minha cama. 
Mas aí esqueci que tinha que pagar o cartão de crédito.
O dinheiro para a cama acabou.
Ah não tem problema, mês que vem tem mais dinheiro (cof cof cof).
Aí o colchão inflável furou.
Furou.
O Marcos foi afundando na "cama" e um barulhinho esquisito rolando ao fundo (eu já tinha levantado as cinco para trabalhar quené? Não parece mas eu trabalho) voltei para o quarto para ver o que estava rolando. Quando olhei a cena, quase desalenteiac. Mas achei engraçado e pulei no colchão que já estava furado mesmo e nós dois meio rindo das ironias da vida enquanto ele esvaziava sob nozes.

Saí do trabalho e fui comprar um colchão lindo e novinho, só que não.
O que realmente acontenceu? 
Cheguei em casa cansada e com dor nas costas, coloquei um edredon em cima dos pallets e dormi toda torta.
Marcos chegou com o colchão colado com cola de arrumar pneu de bicicleta. 
Tacou um negócio pesado e barulhento no chão e quando acordei totalmente assustada e meio grogue enquanto ele dizia: É TIRO MERMÃO!!!!! É TIRO!!!!! Em uma clara alusão ao fato de eu ser carioca.
Me viu em cima dos pallets e disse alegremente: VOCÊ ESTÁ PARECENDO UMA INDIGENTE.
Me arrastou literalmente de cima de deles e me colocou em pé.
Foi encher o colchão enquanto eu grunhia que não tinha jantado e estava com fome e dor de cabeça. Acendi um cigarro e fumando sentada meio dormindo e meio acordada ele jogou um lençol por cima do colchão, meu lençol branco de algodão egípcio feito pelas freiras cegas e manetas da Etiópia (que foi presente de mãe Alba) e eu pensando: Não vamos pensar nesse lençol agora que já temos tanquinho para lavar as coisas tudo. E deitei de novo e dormi, só que acho que esse colchão tá vazando, que quando acordei parecia um anzol, cheia de dores velhísticas, agora vou passar o colchão no cartão de créditis e para pagar é só Jesus na causa.







6 comentários:

G.K.B disse...

Que loucura, hein!

Mas ficar sem colchão não dá. Vale a pena fazer 12 parcelinhas de sei lá, 20 pila?

Ha-há. Boa Sorte!

Guiga disse...

hahaha adorei a parte em que vc se joga com ele no colchão...se fosse eu teeria começado a chorar hauahhauha

Adoro teu blog, garooota!

bjão

Tiburciana disse...

Meiga sua hostoria veja pelo lado positivo vc e o Marcos um dia do alto da cobertura de um bairro classe média alta vão estar tomando vinho com queijo Bree (sei lá se escreve assim) com seus amigos da alta sociedade Mineira e contaram essa linda e engraçada historia e vão rir muito bjos
Só pense em como pagar o cartao mês que vem Fia

Aline disse...

è, sem colchão não dá... mas vc tem muita presença de espírito em ficar se jogando no colchão furado... eu teria matado um... agora vou tentar ser uma pessoa melhor.

iILÓGICO disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
você nos mata de vergonha! logo você tão cheia de leitores, prontos para te ajudar! hsausahushaushauhsua
faz aí agora a campanha:
Colchão na mão!
Ou seria no corpão?
E o tanquinho? Lava mermo?

b. disse...

mto engraçado seu blog, vc parece a Angelina Jolie só que mais cheinha né... torço que para que tudo de certo para vc
beijos