domingo, novembro 18

O Fim de uma Era - Esse blog chega ao fim.

Esse blog encerra suas atividades hoje.

Não se rasguem ainda minha gente.

_________

O Dois Cigarros e um Café, foi criado na época que trabalhava em uma empresa que vendia materiais para segurança do trabalho, e em uma das greves da receita federal no Rio ficamos sem poder vender por dias, e só nos desculpando por atrasos com os clientes, nisso vi que era uma forma de matar meu tempo escrever qualquer baboseira. A coisa cresceu porque na época tinha uma vida bastante agitada devido minhas bebedeiras constantes e o fato de ser uma azarada com histórias épicas, aquilo não poderia mais ficar comigo, teria que vir ao mundo, e veio.

Eu era uma anônima bem no comecinho, mas era tão bom que mandava para meus amigos lerem como eu era engraçada e quando ele ficou maior, como meu ego inflou na época. Me sentia engraçada e até importante. Veio meu lindo Layout e o negócio só crescendo.

Vou relembrar algumas muito boas:
Saídas master com todo o tipo de bebida alcoolica envolvida.
Aline minha primeira fã oficial e as horas no msn lá nos primórdios.
A época da Renner de tanta pobreza, mas tanta pobreza, que até leitor me pagou um maço de cigarros e lanches e o inesquecível Derby filado do segurança-porteiro do Barrashoping, além das espigas de milho meu jantar na época.
As várias sagas com meu cabelo.
As várias sagas de dieta -  academia.
O namoro, as declarações de amor e ódio.
O duelo entre a simplicidade e meus sonhos megalomaníacos.
A troca de empresas e meu amor declarado várias vezes a ser vendedora.
Ao post Dunhill que rende leitores até hoje.
A história da esponja do amor.
Meu emprego novo (na época, meu caganço de medo de material elétrico) e uma vida enfim com mais dinheiro para comprar coisinhas inúteis no chinês.
As várias histórias The Secret tentando melhorar a vida.
E muitas outras coisas, como um namorado e um emprego, arrumados aqui nesse espaço.

Até que virou esse mar vomitador de reclamações, desorganizado, sem qualquer cuidado e sem sentido. E minha vida mudou, de repente fui me sentindo presa inclusive aqui, tudo precisava ser escrito e reescrito e isso foi ficando um porre, sem qualquer linearidade, e a vontade de me sentir novamente começando. E sem falar que venho aqui escrevo qualquer coisa e saio correndo sem nenhum cuidado se estão entendendo o que estão lendo. Absurdo porque obviamente escrevo para lerem.


Começou o comichão de mudança, de querer escrever mais seriamente (não no sentindo de sério que é impossível na minha mente, rá) mas o que que era um passador de tempo virou uma terapia, e uma chatura pra mim também. Houve as pausas por não ter internet e quem acompanhou tudo sabe do que estou falando, e perdeu o sentido continuar escrevendo aqui.

Quero voltar a escrever coisas engraçadas, não ser a "dá tudo errado minha vida é uma merda" gente, tem muita coisa dando certo, mas quem disse que vejo?????


Lembro sempre da minha terapeuta dizendo que a gente só abre um novo ciclo quando fecha o outro e esse ciclo acabou. Não tenho prazer em vir aqui e despejar reclamações sem sentido. Não tenho prazer em ficar explicando o que não tenho que explicar. Antigamente praticamente todo mundo meio que sabia o que acontecia na minha vida, agora é uma desorganização e acho que algumas pessoas ainda me lêem por pena.

E eu queria agradecer, nada mais piegas que "muito obrigada" mas que outras palavras utilizar? A todos sem distinção, poderia fazer uma lista, mas esqueceria de alguém que ficaria muito putinha. A minha leitora mais fiel: Lara, que tem dias que escrevo e penso "o que a Lara vai comentar ein" e tipos a gente não tem muito contato a não ser por um ou outro e-mail esporádico, ei, espero que você me acompanhe nesse novo blog que ainda está em fase embrionária. Que essa não some por nada grazadeus.
Ah gente foram tantos e-mails, não quero ser sentimental, a todos que me desejaram muita força, disseram que sou corajosa linda e meu cabelo sobreviverá, meu muito obrigada.
A todos que riram comigo, meu muito obrigada.
A todas as dicas, meu muito obrigada.
A todos que comentaram, que não comentaram, meu muito obrigada.
A todos que reclamaram, que mandarama eu trabalhar que sou uma preguiçosa, meu muito vá tomar no seu cu.

O projeto do novo blog não é ser exatamente diferente desse, só ter um novo formato, quero me propor novos desafios (como se não fosse um desafio minha vida nesse momento), mas com metas escritas e monitoras, conseguir dar linearidade nos textos, mas estou pensando em coisas mais adrenalizantes e mais "maduras" também, textos bem escritos (eu sei fazer minha gente, e com só um pouco de esforço), mais humor, impressões sobre a cidade (sobre a feira que é só onde vou no momento) e claaaro, minhas histórias bizarronas de vida que não poderia ser diferente porque minha vida é realmente um palco caindo aos pedaços, digo iluminado.

Eu mudei de casa, de emprego, de estado e de vida, e agora mudarei também de casa virtual, é uma pena abandonar esse lugar, mas o que ele é hoje? Lixo virtual. Lixo de texto. Lixo de tudo. E quando as coisas viram lixo é nosso dever jogar fora.

Ao Dois Cigarros e Um Café, esse espaço que foi tão amado meu muito obrigada.

Volto em breve (não sei o quanto em breve) só para deixar o novo endereço.


Saída dramática pela esquerda, mas não sem um tropeção antes.




 







5 comentários:

Lih Neta disse...

Naaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Lara Mello disse...

Eu li todo o texto e "QUÊ??" OO
Sabe, penso completamente diferente de você, também comecei no meio do nada, escrevi em um momento tão diferente da minha vida de hoje, e descobrir no blog, que eu poderia ser tudo ali, porque ali é um pedaço meu, é como se fosse uma Horcrux minha (Vá no google ver o que é uma horcrux) e a maioria das pessoas acabando deixando ser o blog ser exatamente o que é, neste momento você tá com a vida bagunçada, seu blog é exatamente como você é, até considero a ideia de não ter mais prazer, se ele realmente acabou, vá embora, mas não pela casa bagunçada, por que a minha anda assim a tempo, e entenda quem quiser.
Eu vi correndo ver por esse não é seu perfil, eu tinha certeza que você não faria isso, porque você é aquela se segue sempre em frente, tá ai toda cagada, sozinha, longe de todo mundo, e tenho certeza que pensa: "Eu escolhi tudo isso aqui, agora tenho que encarar os fatos!" Essa é você! Como disse: Quando trata-se de prazer, é complicado, não dá para continuar em frente com algo que não lhe dá prazer, mas se for pela bagunça, acredite: Não importa onde vá, a casa vai continuar bagunça, porque essa mudança vai ocorrer de dentro para fora, e se o blog vai ser um pouco você, a bagunça vai continuar, entende?
Pense nisso, estou tentando salvar um dos meus blogs preferidos, posso comentar pouco, mas estou SEMPRE aqui, só folheando as páginas, mas claro que irei para onde você for, sou a primeira da fila.. Haaa! Essa Lara ai sou eu?? Oo Que mesmo você nunca indo no meu blog, continuar te amando incondicionalmente, já que admiração não tem troca, né?! Obrigada pelo carinho e tamo junto! E posta logo o link, tô curiosa agora =**

Fefa disse...

já fez a Diva dramática?
então até o proximo post...
pára de palhaçada...
esse blog é um deve moral com seus leitores.
me sinto agredida se vc não continuar.
tá com depressão?
então vai continuar assim mesmo.
"tomáNesseC*"

#ADORO!

ellenfigueira.com disse...

Cara eu nem te conheço e achei seu blog por acaso, até coloquei um link no meu. Não vale agora sair assim. Então, pelo menos manda o link disfarçadamente... mas parar de escrever é sacanagem...
Devemos estar a mil léguas de distância, muitos também te acompanham assim... pior é o meu que o site é o meu nome... então para de bobeira por que sua choradeira é engraçada, só você não deu conta disso ainda. Se vc vai me xingar pelo que escrevi, por favor, faça isso com classe , por que vc é a doida mais doida que eu já conheci e adorei seu blog dramático. Bjs

Madame disse...

Nao vai sair nem fudendo!