sábado, dezembro 28

Mudanças Contínuas

Estou a séculos fazendo planos de ações antes de colocar tudo em prática. Tem dado muito trabalho, mas trabalho do bom, digo.

Esqueci de todas as metas das revistas, listas do que "é ser um sucesso" e fiquei dias escrevendo até descobrir o ponto do que queria mudar para o que considero sucesso. Exemplificando, quero perder peso, mas para isso preciso lidar com a compulsão, o mesmo relacionado a compras, portanto nenhuma dieta pronta poderá dar certo.

Para chegar ao fundo de cada questão tive que meditar e redescobrir alguns motivos, onde começou e porque (não de explicação) ajo de determinada forma.

Foi tudo sendo registrado no Evernote e estou quase terminando de delinear as coisas, foi tudo tão esmiuçado que ficou quase igual um manul, mas para algumas implantações preciso de uns minutos diários, como o título indica, é uma mudança continua, não é uma meta específica.

Como só tenho o impulso de começar as coisas e praticamente não termino nada, foi tudo picado tantas vezes até se tornar pequenas ações, que praticamente não dão trabalho, porém levarão dois séculos até a implantação total, mas é melhor que não chegar a lugar nenhum.

Estou muito cansada de tentar mudanças hiper mega radicais, acontece que essas mudanças não se concretizam.

Separei tudo por segmentos e fui criando formas de chegar lá, as minhas formas, como disse, esqueci as fórmulas prontas. Como já disse e repito, são mudanças para a vida.


Ficou meio que dividido dessa forma, depois detalharei mais, vou escrever tudo aqui, pois escrever é uma forma de gravar.

Compras programadas: não vou falar sobre minhas compulsões, merece um texto só pra isso, e na hora será escrito, mas levando muito a sério os conselhos de Marcos, preciso de compras únicas maiores e mais caras, ao invés de ser a rainha do 1,99. Será programada uma compra por vez, como: um sofá, máquina de lavar... enfim... e algumas "proibições" por enquanto.

Organização: Li um livro e peguei as ideias que me serviriam, então a organização será feito por etapas mas apenas uma coisa por vez, tipo: organizar a gaveta de calcinha - e só.

Simplicidade: Não uso 10% das coisas que tenho, portanto ligado a parte organizativa está a parte do: lixo, doação, venda e etc. Com meu poco espaço no Rio a cada três meses fazia uma limpeza e tirava muita coisa dos meus armários, como aqui o espaço é só meu estou sempre entulhando as coisas, esse será um dos maiores desafios, mas nem que doe uma coisa por MÊS, vou tentar até o limite. Algumas doações serão feitas via blog. Quem quiser é só pagar o frete.

Estudo, cursos: Tem muita coisa on-line boa, mas minha desorganização não me permite fazer muita coisa. Repetindo, depois vou detalhar mais as coisas.

Estilo: Esse é difícil explicar, mas exemplificando: Só uso um estilo de roupa. Gostaria de tentar coisas novas.

Trabalho: Esse também está difícil resumir, mas na hora será reescrito aqui.

Diy: Desde artesanato a qualquer coisa que queira tentar fazer.

Corpo - Mente: Nem vou começar a escrever sobre isso, ou não termino.

Financeiro: Já fiz meu acordo Santander, agora falta outras coisas importantes.



Bom, vai ser meio sacal tem dia, mas foda-se de quem é esse blog?

E reaver o hábito de escrever, que pra mim é terapêutico.







Nenhum comentário: