domingo, outubro 23

Nem sempre mudamos porque queremos.

Mudei a ponto de não me reconhecer. Aí vem uma fagulha láaaaaaaaa de dentro querendo relembrar pra não desistir, continuar mesmo que seja se arrastando mas essa voz está encoberta das coisas que ouvi,  que vivi,  acho que podemos perder muitas coisas menos nossa auto confianca e essa já me foi retirada com meu consentimento.

Nenhum comentário: