sexta-feira, março 10

Baratas.

No verão as baratas fazem a festa, no inverno também mas elas devem fazem festas mais íntimas, não importa se o seu apartamento/casa é um primor de limpeza (o meu não é) a menos que viva dedetizando alguma hora aparece. Sempre em horas impróprias.

Odeio uma coisa nas barata tudo, a indignadade delas. Estava no meu banho relax quando estiquei minha delicada mãozinha Raaaaaa, pra pegar meu sabonete facial, lá estava ela acabando de entrar pelo basculante (coisa estranha escrever basculante quando todo mundo incluindo eu fala VASCULHANTE) niqui ela estava lá, balangando suas anteninhas felizes, BALANGANDO SUAS ANTENAS NO MEU BOX, BALANGANDO ANTENAS NO MEU BANHEIRINHO aqui só vive quem paga aluguel já fui logo avisando, queria gritar pra meu marido matar ela, mas eu moro sozinha e meu marido também (coisas modernas) saí do banho e Vraaaaaaaa jogaaaaa veneno nela.

Aí vem a indignidade, ao invés de morrer como os outros bichos ela, a barata, fica lá, se esfregando em tudo enquanto moribundeia se estrebuchando ao invés de simplesmente MORRE DIABO!!! Meu ódio é tanto nesses momentos que esqueço meu nojo/medo porque sinceramente acho horrível esse morre não morre, friamente e já achando tudo muito monótono peguei um pedaço de papel higiênico peguei a barata tonta e joguei na privada, dando a descarga e a viada ainda tentando nadar... Aqui não filhinha, dei mais uma descarga e voi lá.

Depois fui tomar meu banhinho tranquila sabendo que as batatas estão desde antes e estarão aqui depois que eu me for MAS NÃO ESSA!!!!

Vai balangar antena lá na casa do caralho.

Nenhum comentário: