quarta-feira, março 15

Cheguei pra trabalhar...

Vim na boa, cheia das animações, cheguei aqui desanimei, meu salário, minhas atribuições, enfim, não vale a pena confabularmos sobre isso.


Conversei comigo, nossa, acho que estou desanimada com esse trabalho, será que estou desanimada com esse trabalho? Uma voz que não era a minha mas que mora na minha cabeça (não sou esquizofrênica) não é essa voz... disse pra mim que estou desanimada é de viver, normalmente nessa hora eu me preocupo porque quando penso esse tipo de coisa é porque sei que não estou realmente nem proximamente do que chamaremos de "bem".

Eu fico com pânico de perder meu emprego e não ter onde morar, fico em um pessimismo que não é típico da minha pessoa, tenho uma vontade de enorme de dormir (ninguém fala que quer morrer, mas é quase isso).

Já tem uns dias que chego em casa e nem tenho fome, olha que nada tira minha fome. 

Eu não tenho internet, não tenho dinheiro, estou doente e estou ficando sem esperança que as coisas um dia "vão dar certo".






Um comentário:

Matilda disse...

Calma Cristal!
Você é uma mulher muito inteligente e capaz!
Eu sei que isso é um cliché, mas ainda acho que vale a pena acreditar nele.
Tudo vai estar nos conformes na hora certa!

Eu torço pela sua melhora!