segunda-feira, abril 10

Tudo tem a hora certa.

Tudo tem a hora certa, já ouvi isso um milhão de vezes e nem sempre acredito. Hoje acho que muita coisa já passou do tempo, quando você quer regar uma planta depois que ela já morreu de sede.

Uma das coisas que mais tem se mostrado na minha vida é o quanto as coisas estão atrasadas, ou que não sei reconhecer a hora certa.

Agora está tudo errado, estou pobre, sem esperança (essa é a pior parte) e nem poderia reclamar, porque se eu fosse mais um tanto disso e menos um tanto daquilo, as coisas estariam melhores, ex: se eu fosse menos crítica, mais econômica, menos gorda, mais cautelosa, enfim, nem sei mais quem sou para mexer com minhas qualidades e defeitos, mas tenho certeza que se fosse alguma coisa que não sou certamente não estaria na situação que estou.

Acho que por último, não estou mais interessada na minha tábua de salvação, naquele X que modificará todo o restante porque ele simplesmente parou de existir, acho que nunca existiu, mas eu insistia em querer que existisse, não tem mais aquela grande revolução, aquela grande esperança, aquela grande coisa que me fará ter vontade de dar a volta por cima.

Existem pequenas coisas, tão pequenas que são ínfimas, mas que são as que me mantém (não posso falar de pé porque se eu falasse que estou de pé estou mentindo) mas que ainda mantém uma pequena fagulha, até de orgulho, pode ser, mas a grande revolução, essa morreu antes de nascer.



2 comentários:

Simonne Almeida disse...

Queria tanto poder ter algo para te dizer... Sabe aquelas palavras que as pessoas encantadas dizem ... não posso.
Mas te entendi e embora no momento pense parcialmente como vc ... já sei que nada é para sempre nem o bem nem o mal. estou no estágio aguardando o momento de rir disso tudo.
Sabe Cristal quem não tem depressão consegue chegar nesse momento mais rápido alguns em horas . Nós temos q ser paciente talvez demore anos mas vamos chegar lá. É a nossa patologia. É aprendi que cobramos respeito dos outros sobre a Depressão mas às vezes nós não a respeitamos. ela é uma adversária forte traiçoeiro sorrateiro invisível insensível e muitas outras coisas mas tem uma q com certeza ela não é INVENCÍVEL
ENDORFINA ajuda muito.. no começo é difícil eu sei eu não queria sair da cama inventava desculpa mas hj é na atividade física que encontro o equilíbrio. Ainda fraquinho mas mesmo assim é um equilíbrio
bjos na sua alma e seu coração

Ana disse...

Exercício físico é uma boa! Também acho que ajuda.Eu não sou ninguém se não fizer exercício, meu humor desce em uma semana sem!
Atividades voluntárias também trazem uma felicidade indescritível. Vale a pena tentar. Se quiser conversar manda email gyully22@gmail.com