quarta-feira, setembro 13

Tirando os pesos, ligando o foda-se

Paguei meu aluguel, condomínio e conta de luz.
Sobrou R$39,00.

Eu tive que ficar feliz, dois meses atrás precisei pegar emprestado o dinheiro do aluguel.

Se vou comer, se vou fumar, não sei como e nesse momento não me importo (nesse exato momento que escrevo) estou totalmente desgastada por causa desses "pequenos" problemas do dia a dia.

Esse tipo de coisa me faz questionar, vale a pena? Esse emprego, Marcos, todas as escolhas... valem a pena morrer por elas? As escolhas são minhas, portanto eu quem decido o que vale ou não.
Estranho perceber que as coisas valorizam ou desvalorizam conforme a nossa necessidade, eu preciso de paz, e de paz financeira, meu custo fixo é muito alto.

Resolvi pela milésima vez, porque também é uma escolha diária, que dessa vez, não esconderia a cabeça no edredon, a escolha em primeiro lugar, sou eu.

Meu único foco sou eu nesse momento, me reerguer financeiramente, saúde mental, emprego, voltar a ter minha internet, todo o resto ficará em stand by, Marcos, minha família, nenhum deles morrerá sem mim, mas eu morrerei sem eu mesma.





Nenhum comentário: