quinta-feira, janeiro 17

Eu e meus hábitos alimentares....

Eu li em algum lugar que já não me lembro sobre uma menina que nesses últimos dez anos só come batata chips... praticamente mais nada! Como assim, Bial?

Aí pensando melhor vi que eu não era muito melhor que ela, eu cismo de comer alguma coisa e como horrores até enjoar, ou não como diria Caê... fui relembrando algumas fases:

Iogurte, chambinho ou qq coisa do gênero: Eu comia uma bandeja sozinha, depois de cagar minhas tripas e minha boca encher de aftas eu falava “não faço mais isso”... MENTIRA! No outro dia eu ia lá e comia de novo... assim foi até que passou...

Pão... pão e pão, com qualquer coisa que tivesse na geladeira para colocar dentro, até pão com ketchup e cebola já comi e achava bom... ou pão com orégano...passou mais ou menos...

Miojo: Resquícios da fase que vivi sozinha... sopa de pó também era artigo de luxo nessa época...

Queijo: Ainda sou apaixonada, mas eu pegava uns pedaços imensos e ficava roendo aquilo lendo um livro... não faço mais.... deve ser porque lá em casa hoje só queijo fatiado e os outros ralados para fazer as devidas receitas...

Palmito e azeitona: Palmito é aquela coisa master.... eu ficava sozinha, ligava a tv, abria o pote e começava a comer... quando acabava o pote eu tinha dó até de jogar a água fora, foi nessa época que eu fiquei com muuuitos potes de qq coisa em casa porque tinha dó de jogar fora, mania máster de pobre. Na época de grana ruim mesmo o palmito era daqueles horrrrooorosos que parecem palha e a azeitona era daquelas de saquinho que era um real e vinha com umas 5 azeitonas...duras. Saudades....

Balas, chicletes e doces ruins de bar: sou tarada em bala e só fumo chupando UI (bala) ou bebendo algo, é mania desde os meus primórdios de fumante.... nunca fui muito chocolateira, mas comia tudo quanto doce colorido e velhos de bar, desde o “coração de abóbora” àquelas gelecas sem gosto e todas coloridas que na minha cidade a gente chamava de “Gosmão”, maria moles do tempo da Dercy e pés de moleque que estavam lá a tanto tempo naquela vitrine que já era pé de homem, Pirulitos de chupeta... (hummmmmmm cof cof cof).... mas chicletes são minha taradice Über! Hoje eu como trident mas eu gosto mesmo é de bábálú e chicletes tipo ploc que dissolvem na boca depois de três mordidas, nem sei como meus dentes não caíram até hoje!

Agora eu estou na fase mais carnívora da minha existência! Não posso ouvir em “churrasquinho” que logo me assanho, e olha que o churrasquinho que eu gosto apesar de barangueiro é super bem feito e delicioso... (vou passar lá hoje)

O que mais em impressiona é que eu nunca fui tarada em alface, couve nem nada verde (só dólares e esmeraldas...)



Tipo assim... se eu tiver que responder alguma coisa ou fazer algum comentário sobre o que vcs comentam do post, vou fazer lá nos coments mesmo, porque eu esqueço depois de falar algo sobre no bloquete alheio... humpf.

5 comentários:

Osimar Medeiros disse...

Eu já nasci velho..

Chambinho eu uso pra outra coisa, bem mais gostosa e a dois !

;)

Cansei de ser abduzida disse...

Nossa.. eu sou muito da fase da comida por região.. internacional (ui)...
Tava numas de comida japonesa... italiana já passou... jamaicana..(por causa de um ex-namorado) fast food... agora tô nos peixes... bate a fome.. já penso em peixe.. fome.. fome..

Beijos.. adorei teu blog.. já recomendei! uhuhuh
Te cuida bem!

Tititi disse...

Nossa, tb tenho minhas fases com comida!! Mas algumas nunca passam, só tiram férias. Miojo é uma delas!!! Como até enjoar e depois de um tempo, volto tudo de novo.

Márci disse...

Pena que quase todas as coisas gostosas e viciantes ENGORDAM ! Nhunf...

Cristal - a louca. disse...

Osimar: Eu tb.
Beijosmeliga.

Cansei: Acho peixe monótono... não pergunte porque...

Tititi:Quérida! Miojo é o que há :)

Márci: Hummmm isso explica muita coisa... melhor eu voltar a comer só alface durante 3 meses hehehehe.