terça-feira, março 11

Diário de Uma Louca - A volta ao Trabalho.





Segunda-feira: Estou Zen, cheguei aqui e todos me receberam muito bem com sorrisos, uns até disseram que sentiram saudades dos meus palavrões e minhas risadas escandalosas, o gerente me olha feliz, como se eu realmente tivesse feito falta. Converso com a cálega que ficou no meu lugar e vejo que nada extremamente urgente aconteceu na minha ausência, vou para a frente do micro para saber das pendências, noto uma grande quantidade de e-mails ainda não respondidas (uma mistura do caralho entre pessoal e profissional), começo a triagem e um leve desespero bate na minha cabeça, retiro o "nada muito urgente" anterior...
Converso com outros cálegas, acho todos muito stressados e meu expediente acabou.

Terça-feira: Continuo Zen, fumo meu cigarro no intervalo e sou chamada pelo gerente que me apresenta uma pasta parda dizendo que ali estavam os problemas a serem resolvidos, mas não queria me incomodar nas férias por isso eu não sabia muito bem o que estava acontecendo, retiro novamente o "nada muito urgente" do dia anterior da mente e abro a pasta, era um Dossiê do FBI e ninguém me avisou, a quantidade de pirocas voadoras que se encontravam na pasta era medonha, nem com um pote de vaselina eu conseguiria entubar tudo aquilo... noto que minha voz já subiu uma oitava em comparação ao dia anterior, uma leve dor de cabeça... deve ser a quantidade de café que bebi, meu expediente acaba e eu volto para casa pensando em como começar a resolver...

Quarta-feira: Já não estou tão zen, já chego meio bufando e olho a pasta from hell em cima da minha lixeira querendo dar um chute nela e voltar para a minha cama, noto que na minha agenda tem somente 214 cttos para serem efetuados, coisa pouca se meu dia tivesse umas 50hs a mais, quando sou chamada pela 58963º vez pelo gerente que me pergunta: Qts negócios vc acha que fecha esse mês? Meu olho começou a tremer e notei a volta do meu tique nervoso, não tenho tempo para os cttos, para os negócios e para a pasta maligna... passei dia apagando incêndios e tentando me manter sã com um telefone que não parava de tocar. Descubro que meu cliente está processando a empresa, ó que maravia! Utilizo todo o meu charme para falar com ele... o puto cagando pra mim, não quis fazer acordo nem pagar os montes de mil que está devendo, dei uns gritos e falei que não era do departamento jurídico ou caralho que valha, portanto manda esse viadinho para o pau e manda executar aquela empresinha de merda dele...
Noto que no final do dia o nível de palavrão subiu alguns % assim como a quantidade de cigarros fumados, volto pra casa puta.

Quita-feira: Descubro que ser Zen está fora de moda, já cheguei tomando... nem sei donde veio, uma sutil ameaça de ser mandada embora e sou chamada "levemente" de mercenária e irresponsáel, acho válido, chamei ele de filha da puta mentalmente e imaginei ele morrendo lentamente sendo devorados por leões... fiquei mais calma após a visualização... noto que as pessoas do meu setor ficaram satisfeitas com o meu estado de stress é como se eu voltasse a fazer parte da "tribo", como se a velha Cristal estivesse de volta, noto que meu tique piorou e voltei a falar sozinha ou falar com meu computador, como prefiro dizer,a pasta continua em cima da lixeira, uma pilha de copinhos de café fazem uma torre na minha mesa, olho um potinho de chá que trouxe na segunda feira na minha mesa e dou uma risada, chá é para os fracos. Chego em casa e só falo de trabalho, mais um indício que não estou bem, faço cálculos mentais durante o banho e em meio a tanta agitação não consigo ir dormir cedo... durmo pensando em Petroleiras e Ordens de Compra...

Sexta-feira: Estou Zen Noção: Nem parece que alguma dia tive férias, aliás nem me lembro delas, algumas palavras voltam a fazer parte do meu vocabulário: Cotações, pregões, páginas de compra... a pasta está na lixeira aguardando alguma solução, mas eu nem penso mais nela, nem sei mais o que tem dentro... segunda-feira eu penso nisso. Os cttos na agenda diminuíram em cinco! CINCO! Em uma semana foi tudo o que eu consegui. Noto que uns documentos sumiram, putaquepariu agora tô fudida de vez, preciso de um tempo para procurar mas caralho eu não tenho tempo!
Reunião motivacional e técnicas no final do dia, minha vontade é de sair correndo, tomar uma reta e ir embora, mas a reunião até que foi boa, me deu um tempo para pensar em algo para resolver os problemas, não resolvi nada e fiquei com o olhar perdido, no final das contas eu só pensei: segunda feira eu resolvo, segunda feira chegou e eu continuo fudida.

Essa é minha tribo, esse é o meu mundo. Nextel (roubei do comercial da tv hehehe).

11 comentários:

.Ná. disse...

ahuahuahua.. dá pra ver a sua perturbaçaão até na maneira de escrever.. começou zen e no fim, ficou num ritmo acelerado! Ahuhuahua
BEijos

Andarilho disse...

Tá roubando as frases do Pimentel

Cafeína disse...

heheh eu era assim tb, quando tinha emprego rs depois comecei um mantra "Essa porra de problema é da empresa, não meu, essa porra de problema é da empresa, não meu, essa porra..."

Cristal - a louca. disse...

Ná: Deua loucura do telado, é quando a gente não consegue parar de escrever hehehehe.

Andarilho: Who is Pimentel?

Cafeína: Eu até tento, mas não consigo... um dia eu chego lá...

Beijundas

Andarilho disse...

Vc nunca viu as propagandas da Nextel, em que um fulano ficava simulando na TV que tava falando no blog dele? Pois bem, esse era o Pimentel e o blog do pimentel.

http://gattune.blog.br/2007/04/10/blog-do-pimentel-pode-ser-divertido-mas-ainda-e-publicidade

Tititi disse...

Meniiiiiina! Tô tentando faz um tempão te deixar um recado mas sempre dá erro e some tudo!! Deixei um selo e um meme pra ti no meu blog! Passa lá!
Bjokas!

Márci disse...

Rapáááááá....E eu reclamo dos trampinhos que eu dou de vez em quando...tsc tsc ..

Boa sorte...e vc dá conta de tudo isso...afinal, vc estava sentindo falta não ?? rsrsrs..

Bjs !

Cansei de ser abduzida disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ai.. que tô com medo de tirar férias!!
Melhor ficar.. e tomar no tutu dia apos dia! né?
ou então arrumo um veio de 99 anos.. pobre de rico!! hmmm onde será que acho um desses?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

beijos.. te cuida bem!

Ana P. disse...

Meu trampo estava zen depois das férias,... até hoje, quando por uma questão de milésimos de segundo, alguém conseguiu me impedir de mandar minha gerente pra puta que a pariu.

Fora um cliente imbecil que num sabia se casava ou se sacava o dinheiro da conta. FILHOS DE UMA QUENGA!!!!!

Osimar Medeiros disse...

Eu mandava o chefe tomar no cu, pedia demissão e deixava ele fudido cos pepinos.

:)

Raposa disse...

Um dos problemas de se tirar férias é que eles podem se dar conta que conseguem sobreviver sem vocÊ. Sorte a sua que não.
Outro problema é a volta. Você está num ritmo e os outros nunca saíram do deles. As pessoas ficam se perguntando porque você está tão calma. Tranquilidade de mais é não saber o tamanho da merda.
Ao menos tiveram a descencia de não te pertubarem durante a folga. Num antigo trabalho que eu já mandei à merda não tinha folga. Se cliente aparecia no sábado, 22h, eu estava lá, ouvindo besteira e com vontade de pular num pescoço (talvez em dois para não deixar testemunhas).

É... Me sinto mais normal agora...
Beijos!