quinta-feira, julho 17

A vida nas pequenas coisas I

Muitas vezes ou quiçá todas as vezes, a gente se perde mesmo é nas coisas pequenas, nas situações pequenas, damos valor ao erro pequeno até que ele se torne gigantesco. As pequenas coisas se tornam grandes por justamente não darmos valor a elas, só que de tanto repetir se torna um hábito e depois um vício. É assim que a gente aprende a fumar insistindo, engorda de tanto comer para suprir carência e se endivida porque não presta atenção nem no dinheiro.

Desde meu último “balanço de vida” tenho percebido que querer revolucionar tudo aquilo que você fez/acreditou durante toda uma vida não é um passeio no parque, muitas vezes me sinto desconfortável me forçando a fazer algo que não quero (mas sei que me trará benefícios). Então porque a gente complica tanto as coisas? Eu gosto (só pode ser isso!) de achar que a vida é uma grande guerra e é claro que eu sempre tomo meus tiros. Tem gente que pensa que a vida é uma viagem de barco, essas pessoas eu invejo. De verdade.

Nas pequenas coisas que hoje são grandes... eu me perdi. Me permito olhar para dentro e ver tudo de errado. Como em uma gaveta muito bagunçada, é mais fácil tirar tudo e ir dobrando do que ir colocando as camisas arrumadas por cima das amarrotadas.
Dando toda atenção para as pequenas coisas que consigo modificar, comecei a juntar moedinhas em um cofrinho... já está quase cheio! E apesar de ser uma coisa meio infantil ou insignificante eu fiquei feliz, genuinamente. Talvez não tivesse ficado tão feliz se tivesse usado o dinheiro para comprar balas.
Muitas vezes a grande resposta está nas pequenas coisas...

"Tropeçamos sempre nas pedras pequenas, as grandes logo enxergamos."
[Provérbio Japonês]


15 comentários:

Andarilho disse...

Assim como pequenos maus hábitos, se repetidos, se tornam vícios, os pequenos bons hábitos, repetidos, se tornam virtudes.

Kamilla disse...

Como gostei mto do seu blog, eu te linkei, tá?
Concordo, q a maioria dos meus problemas começam com coisa pequenas que eu acho q são absurdas de grandes!

Thefy disse...

E são justamente nessas pedras pequeninas que nos fazem lembrar de como coisas que não damos valor, simplesmente tem um valor elevado, basta prestarmos mais atenção.
Tudo tem seu propósito...

bjokas flor, adoro seu blog

Jessi disse...

Ah que saudades de ler seus post, fiquei 1 semana se ferias, mas agora estou de volta !
Ai amiga como vc tem estado sensivel estes ultimos tempos...
Olha eu sei q se conselho fosse bom, nao se dava mas eu ja passei por fases q jurava q as coisas nao iriam melhorar.... sabe o que eu fiz ?
Comecei a tentar consertar o que podia e o resto deixava que o tempo pudesse arrumar.... sempre acreditando e prestando atenção a TODOS os sinais...
Eu sei q falar isso agora parece a maior besteira do mundo, mas juro amiga, ACREDITA que a coisa acontece !
Saudades dos nossos papos no msn...
Aparece por la qualquer hora, Beijosss

Michelle... disse...

Como diria Cazuza: "Vida louca vida..."
bjo

Paty Selune disse...

Nem sei o q dizer, acho a vida tão complicada. As vezes eu vejo a vida como uma guerra, mas as vezes eu não vejo nada, eu só vivo, pq penso q a vida não é uma pergunta a ser respondida, não é algo para tentarmos enteder... é um mistério mesmo q tenho certeza que nunca iremos desvendar... então, aproveitemos rs.

Tititi disse...

"As pequenas coisas se tornam grandes pq não damos valor..." realmente... Quando se acumulam tb, começam a incomodar!
Tô feliz por vc pelo cofrinho! Tb faço isso! ^^
Bjokas!

Lily disse...

bem Amelie Poulain esse texto!
e acho q tô numa fase assim tb! querendo arrumar as gavetas, mas tirando todas as coisas e redobrando-as!

que tenhamos garra pra conseguir e q a vida passe a ser um passeio de barco... ou pelo menos tenha mais momentos náuticos assim! rs

bjksss

silvakov disse...

acho q ninguém tem uma vida simples e despreocupada; o q existe são pessoas q demonstram confiança a qqer hora, independente da situação, e pessoas q ficam deprimidas com menos frequência...
e se alguém disser q não são as peq coisas q nos tornam felizes, é pq essa pessoa não entende nada :)

Colombina disse...

Aí..
Muitíssimo obrigada por me lembrar esse detalhe sobre as moedinhas desperdiçadas em balas.
Agora, por exemplo, têm mais de 10 balas de canela na minha mochila que poderiam ter sido revertidas em um investimento "suíno" na minha viagem à Pernambuco.

Como eu nunca pensei nisso?

Amei o blog.

.Ná. disse...

Ói que depois de me fazer rir com os dois ultimos post, você me fez pensar neste... PUTAQUEPARIU, Cristal... tinha que me chamar na xinxa? Vou ser obrigada a rever minha gaveta e arrumar minhas carçolas...
Beijos

Rodrigo Santiago disse...

É mais fácil colocar a roupa dobrada por cima da amarrotada, e, a princípio, dá um sensação de conforto. Mas não dura. Difícil é tirar tudo, dobrar cuidadosamente e guardar. Mas a sensação de leveza é permanente. Até começarem a surgir as primeiras peças amassadas, hehehe.

Halarek disse...

Olá! "Cristal", eu gostaria de conversar com vc pelo msn, como você disse que não vê problemas em passar essas informações, acho que não vai ter problema...

Alem disso, prometo não ser inconveniente e perguntar se vc gosta de dar uns amaços...

...isso tudo pq acho que vc é uma pessoa, e essa pessoa diz que ela não é você, então se você puder me adcionar, ficaria muito feliz.

Beijos!
e tenha uma boa noite!

Cristal - a louca. disse...

Andarilho: Falou bonito ein!!! ;)

Kamilla: Obrigadim pelo elogio e pelo link ;)

Thefy: É isso mesmo, e já ouvimos milhares de vezes que “só damos valor as coisas depois que perdemos”... uma peninha mesmo ^^

Jessi: Olá Querida!!! Tem tempos mesmo que a gente não se vê no msn, espero que tenha sido divertida as férias. Tudo na vida é uma questão de fé mesmo querida, só acredita quando a gente acredita. =]

Michele: Cazuza era o cara :[

Paty: Muito legal isso que vc disse, mesmo procurando nunca acharemos uma resposta satisfatória para “as grandes questões da humanidade”.

Tititi: Dominaremos o mundo com o dinheiro de nossos cofrinhos ^^

Lily: Tb achei isso ^^

Silvakov: A vida nunca é “satisfatória” porque temos o ímpeto de tentar fazer melhor e um espírito de porco que nunca está satisfeito com nada.

Colombina: Eu tb não tinha pensado até então, mas não conte para ninguém heheheh.

Na: É assim mesmo né? A gente ri depois vem uma merda dessas para fazer a gente pensar kkkk. =]

Rodrigo: Exatamente, e se formos pensar bem tem pessoas que vão fazendo isso durante anos, uma vida inteira....... sempre só “arrumando por cima”.

Halarek: Eu num entendi muito bem esse negócio de eu acho “que conheço uma pessoa que diz que não é vc e tals...” ein? Eu digo que eu sou eu e eu sou eu mesmo.
Segue msn: cristal.romeiro@hotmail.com vc é que vai ter que me adicionar pelo motivo óbvio de que NÃO deixou o seu end kkkk.
A gente se fala lá quando der e vc vai ver que eu sou eu e não sou o cachorro do filho da vizinha da empregada.

Beijundas a todos ^^

˙·٠••●ą мσçą dą ﻝąиєℓą • disse...

Gente do céu
Esse post tá tão minha cara.. tão meu momentooo!!

Pouxa... me fez bem ler! Só num vou prolongar esse comentário pq eu acabaria te contando todos os meus problemas.. mas creio que vc ja tem os seus!!


:D