sexta-feira, agosto 15

Responsabilidade.

Gentem, não é porque esse blog é de pseudo-humor, que tudo na minha vida seja só risadas ou sarcasmo. Tenho um pouco de dificuldades de falar sobre assuntos ditos “sérios” aqui porque não sei utilizar muito bem as palavras para falar de coisas mais “interessantes” que minha engorda.

Infelizmente não podemos culpar o mundo por nossas escolhas, nossas falhas ou nossos deslizes, somos o tempo inteiro responsáveis por tudo o que nos acontece, situações boas ou ruins.
Mas ter responsabilidade sobre a própria existência não é algo extremamente fácil, é ter que admitir para si que foi escolha sua engordar, ficar sem dinheiro, ou coloque qualquer outra situação de sua vida aqui. É perder a quem culpar. É não poder delegar o poder te fazer feliz para outra pessoa. É saber que você está sozinha (o) na sua jornada, mesmo que algumas pessoas possam te acompanhar por um tempo.

Quando você se descuida, você opta por não cuidar, certo e óbvio? Eu gostaria de imaginar que todos pensam assim, pois o que mais ouço é gente reclamando que a vida é uma merda, que a alta do dólar, gripe do frango, crise na África são responsáveis por sua existência medíocre.
Sinto muito lhe informar leitor, que tudo parte e finaliza em você, somente em você, até o que você pensa que não tem influência... tem.

Vamos esquecer The Secrets e PPS de felicidade extrema, mas eu te pergunto hoje o que você tem feito para melhorar sua existência? E a dos seus semelhantes?

O que você quer saber que as pessoas dizem sobre você? Acredito fielmente que não precisamos ser “bonzinhos”, até porque eu odeio ser boazinha – acho que se conseguíssemos ser apenas honestos – conosco – muitas situações podem ser modificadas.

Não pensem que eu ando lendo muito livro de auto-ajuda, apenas eu sei todos os dias que tenho a opção de mudar tudo ou continuar na mesma, se eu continuo na mesma, dia após dia é porque sei que não estou em condições no momento de mudar, mas não minto para mim, sei que quando puder, farei. É importante lembrar que a opção sempre é nossa. E nunca estamos sem opção nenhuma.

A responsabilidade pela nossa vida é muito “pesada”, mas quando você descobre que isso é uma verdade, se sente livre, pois tem todas as ferramentas para fazer diferente. Se assim você quiser.

10 comentários:

Ana Cláudia disse...

Caraca!!!! achei o maximo esse post, reflete tudo o que vem acontecendo comigo, e eu decidi, "não consigo mudar agora, o que eu preciso mudar, mais estou mudando pelo menos o modo de pensar sobre o que eu não consigo mudar agora." isso já está fazendo uma grande diferença.
Beijos

Andarilho disse...

É isso ai, dona Cristal.

Pena que se o gelinho malhar bastante, vai acabar derretendo em vez de aumentar, hauhauhauha.

Anônimo disse...

Você sabe que não está em condições de mudar no momento, tá, mas a mudança parte de você! Não fique esperando coisas "se isso acontecer ou quando isso ou aquilo". Você pode mudar quando você quiser! Os outros não a fazem parar, só você pode parar a si mesma ;)

Dantas disse...

li e gostei!
vamos nos linkar? :}

Cristal - a louca. disse...

Ana Clúadia: Concordo em número gênero e grau.

Andrailho: Mas a gente não precisa falar isso pro gelinho né??? Grande parte das idéias vêm das ilusões...

Anônimo: Não concordo. Tem épocas em que podemos e não pudemos mudar, isso é consciência, por exemplo eu tenho que emagrecer, mas se minha mãe morre hoje os planos para emagrecer ficam secundários, sei que é um exemplo dramático - mas é somente para demonstrar que nem tudo pode ser modificado a hora que a gente quer!!!
Mas cada um com a sua visão, respeito a sua ^^

Dantas: Vamos sim caramada ^^ aliás estou linkando agora.

Beijundas :)

amália :) disse...

eu sempre tentava pôr a 'culpa' em alguém por alguma coisa na minha vida ter dado errado, volta e meia me pegava cometendo esse crime. hoje, a frequencia diminuiu. aah, como é que vc diz que não sabe manipular as palavras? foi um texto lindo! parabéns. ;*

Osimar Medeiros disse...

Praticar a arte do desapego te salva de muitos problemas.

E traz pra perto as possibilidades de mudança. Não tendo a quem dar satisfação, a não ser a si mesmo, fica mais fácil ultrapassar os labirintos da vida.

Beijuca.

Halarek disse...

...

è, tirando the secrets, acho q nao sobraria muito desse post.

=X

Muitas ideias boas vem das ilusões... então recolho-me novamente a insignificancia...

Nat, disse...

Concordo total, menina. Se fazer de vítima é o fim da picada. A vida nos da de volta aquilo que depositamos nela, todos os dias. Dê pouco a ela que ela te dará pouco em troca. Ah, sem auto-ajuda, claro! Beijosssss!!!!

Cristal - a louca. disse...

Amália: Obrigado, com o tmepo a gente aprende ^^ rs

Osimar: Falo bonito ein cara! Nem tenho o que comentar... rs

Halarek: AS ilusões são necessárias, mas eu s repudio, mesmo quando elas querem ficar, sempre me lembro do filósofo que diz: As mentes ignorantes preferem a ilusão à realidde, pois a ilusão você muda.

Nat: Verdadeiro demais!!!

Beijundas ^^