segunda-feira, setembro 1

Dia 2.

O inferno apenas começou.

Depois de ficar com aquele pé from hell do primeiro dia, no segundo tudo o que viesse eu estava no lucro. Acordei com Los Hermanos no celular, quando fui acordar minha companheira de quarto a mesma senta na cama, fala umas coisas desconexas e pisca o olho repetidas vezes, me dando um susto do caralho. Ela disse que estava tendo um pesadelo, eu estava vivendo um. Café da manhã do hotel, café vagabundo total. Fiquei puta, mas comi assim mesmo, eu lá sou mulher de enjeitar comida?

Quarto de não fumante?? Abre a janela e fuma.

Pelo menos tive a oportunidade de colocar uma roupa melhor (defina roupa melhor), o cabelo que estava “de escova” não colaborava, lambeu legal, fiquei com aquela cara de hene marú ou erva da amazônia, meus pés já tinham ido embora faz tempo, metida a chique coloquei o salto alto e andei bonita, tipo aquele andar de quem está cagado.
A feira foi pior que o dia 1 por causa da dor, eu já não falava coisa com coisa, aquela cara de cu e o mau humor. Três comprimidos de Dorflex para agüentar a pressão. Eu só pensava em tirar os sapatos, sentava escondida atrás do stand e jogava álcool no pé, cheguei a pensar na opção de tacar fogo também. Blábláblá fome, blábláblá vontade de fumar, blábláblá quase mimijei....
Acabou. Janta.

Hotel, tasquei um chinelinho na roupa social e ficou lindeza, típica roupa de uma mendiga bem sucedida. A blusa branca já estava em um tom poluição de tanto colocar e tirar os equipamentos de segurança. Minha orelha começou a inflamar e minha boca inchou, meu ciso (indeciso) que não tinha dado sinal até então resolveu sair... ó que maravilha!

NÃO QUERO MAIS COMER ESSA PIZZA RUIM.

Prazeres da Carne – nham – pobreza número um, querer pegar TODOS os fósforos de brinde logo na entrada. Só não nadei no mar de comida porque estava muito cansada para isso. Só entendia parte do que as pessoas falavam, até porque que sotaque esquisito e parte por causa dos delírios de fome. Peguei uma quantidade de comida que alimentaria a África. Aceitava qualquer coisa que passasse na minha frente, de perninha de caranguejo a queijo sbrublles. Depois de entupida de comida, remando, queria voltar para o hotel. Mas e os gringos?? Fúoda-se. Quero voltar para o hotel. Quero voltar para o hotel. Espera mais 10 minutos. Cara de cu. Quero voltar para o hotel. Meia noite eu já tinha virado abóbora total. O gringo acende um charuto cubano e me oferece. A resposta já estava na ponta da língua, mas ganhei um charuto, adoro ganhar qualquer coisa, fiquei quieta. Peço para TODO MUNDO pegar os fósforos do lugar pra mim, a quantidade de caixinha dava para incendiar Roma novamente. Fiquei feliz com aquele monte de fósforo. Pobre é foda.

Tomei banho e fui dormir. Fim do dia 2.

9 comentários:

Lilica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilica disse...

Cara você é MUITO engraçadaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!
Prazeres da carne é tudo!!! C chegou a comer o bacalhau de lá? Quando eu vou lá me empanturro master plus!
Bjundas

Andarilho disse...

Huahuhauah, pra que tanto fosforo? Muito mais prático ter um isqueiro. =P

jubliana. disse...

ao invés de dorflex melhor tomar guaraná em pó com red bull, né?
Paulera de quantos dias?

Nat, disse...

Menina, to adorando essa aventura! Com todo respeito pelas suas bolhas no pé, claro! Continua contando! Beijos!

Titi disse...

Mimijei de tanto rir.
Espero que vc tenha pés até hoje.
Conta tudo, por favor...rsrsrsrs.
bjcas.

eni disse...

hauhauahauhauahuahauhua, eu sou mais pobre ainda, roubo os sachês de sal do restaurante pra deixar dentro da bolsa, caso me baixe a pressão no meio da rua, já tenho a solução... e uma coleção de sachês. hauhauhauaa

adorei a tua narração Cristal, ahuahauhauhaua
e entendo TODINHO o teu sofrimento. ^.^

bjussss baby. :-*

ma�ra disse...

hahahahahaha

Olha s� como "bom" e "ruim" s�o relativos... pra mim as pizzas de SP s�o as melhores.. inclusive.. eu mudo de estado pra ficar reclamando das pizzas, suspirar e dizer: "n�o h� pizzas como as pizzas de SP"... e essa coisa de catchup na pizza � a coisa mais bizarra que eu j� vi...

Cristal - a louca. disse...

Lilica: Não, nem sou muito fã de bacalhau, mas lá é muito bommmm!
Andarilho: É o prazer de ter!!! Eu uso isqueiro rs.

Jubliana: Eu já tava tomando tanta coisa que nem sei mais o que seria melhor, mas na próxima, já anotei a dica ^^

Nat: ^^

Titi: Os pés voltaram... graças a Alá!

Eni: Também faço essas coisas, parece que a gente tá lucrando algo né??? rs

Maíra: Pizza com catchup é muito bom! Mas sabe gosto é uma coisa e tem todas a coisa “cultural”.