domingo, dezembro 21

Textos que não deveriam ser publicados.

* Textos que escrevi e não publiquei por algum motivo.

23.09.2008

Expresso para o Inferno.


Daqui do trabalho para a minha casa eu pego um ônibus só, e tenho umas 7 opções que passam por lá, só tem um único e miserável que eu não posso pegar. Vou contar o porque:

Voltemos no tempo para segunda-feira, saio do trabalho meio esbaforida porque tomei um esporro do gerente faltando dois minutos para ir embora. Tô eu tranquilona no ponto quando lá vem ele, escrito bem grande PENHA, opa é o lugar onde eu moro tô dentro. Só esqueci na minha miopia de ver o caralho do número, mas nem liguei... tô vendo que as paisagens estão diferentes e tals... até que bateu a realidade, putaquepariu peguei o ônibus errado de novo.

Vocês acham que isso é problema? Claro que não, se esse maldito não fizesse um tour por uma das favelas mais fudidas aqui do Rio. Quando eu falo fudida é fudida mesmo, tiroteio, traficantes param o ônibus... Mas eu e lembrei que era outra favela que estava em guerra, não ia passar por isso, me apeguei ao Santo dos sofridos e comecei a rezar para chegar viva em casa. Lembrei que da outra vez que isso tinha acontecido era esperar chegar no ponto final, andar um pouco, atravessar a estação e ufa, minha casa. Relaxei. Ta tudo resolvido. Já já estou em casa.

Ráaaa

O motorista para o ônibus no MEIO da favela e fala: Ô pessual, o ponto final vai ser aqui porque ta ruim de subir a favela.

Pausa dramática.

Como assim? Meu pai eterno, onde é AQUI???? Tonamerda.

Perguntei onde ficava o supermercado xyz (que é uma referência) e descubro que não estou assim tão pertinho quanto eu imaginava....

Quando a gente tá com medo o cérebro faz com que acreditemos que isso é real, certo? Mermãooo, tudo que eu via era ameaçador, até o cachorro que apareceu era um traficante disfarçado. A velhinha com um guarda-chuvas na mão era um traficante disfarçado, eu tenho certeza!!!!

Comecei a andar rápido, mas me forçando para ter um semblante bem relaxado, bem cria da favela... claro que eu não consegui, estava em pânico!

Normalmente eu não sou medrosa, mas sei lá porque eu tava com muito medo, mas aquele medo quase surreal. O tal medo que a gente deve sentir quando está perto da morte.

Olha eu andei pra cacete, mas cheguei em casa com todos os pedaços nos lugares corretos.

Fiquei puta comigo por ser tão sem atenção. Mas não morri e é isso que importa.


12 comentários:

Anônimo disse...

ô pessoa ridícula você é guria

Amanda Maron disse...

Cara, pelo menos passam 7 opções de ônibus pra vc. Pior sou eu que tenho duas opções. Um que passa de uma em uma hora, mas não sobe no meu condomínio. E é uma ladeira escrota e escura, onde acontecem vários assassinatos (tá, 2). E um outro que passa de 30 em 30 min(dizem... pq nunca é) e sobe, mas sobe em tudo quanto é canto tbm.

Já assistiu O Paradoxo da Espera do Ônibus? Abra o youtube agora e procure. Tenho certeza que você vai lembrar do seu dia macabro. ^^

Cristal - a louca. disse...

Anônimo: Obrigado.

Amanda: Vc mora aqui no Rio? 2 é um número bastante expressivo eu tb teria medo.
Vou ver.

Beijundas :)

Cristal Muniz disse...

Olá!
Que bom que você gostou da Adele. Eu pretendo postar mais sobre músicas (apesar de eu ter ciúme da maioria das minhas zuperdescobertas!).
Bem, não faço a mínima do estilo que você curte, mas entra aqui: www.myspace.com/rodrigode
E ignore a beleza do menino... ahuahha :D eu adorei o que ouvi até agora dele!

E sobre os ônibus... eu não preciso pegar nenhum aqui. Sempre vou caminhando pq as coisas são perto (cidade pequena). Mas qnd to em floripa me cago de medo qnd volto a noite de busão pra casa... complicada essa violência!

Beijosssss e boa semana!

Andarilho disse...

Por que não publicou esse texto na época? Medo da retaliação da velhinha traficante? Huahuahuah

Cristal - a louca. disse...

Cristal: Vou dar uma olhada depois... mas não fica com ciumes fia rs. Que bom que vc pode fazer tudo a pé. Detalhe que o medo era só na minha cabeça, tanto que não aconteceu rs.

Andarilho: Eu acho que o anônimo é ela. SE eu fosse publicar tudo o que eu escrevo isso aqui ia virar um aê.

Vocês não dormem?

Beijundas :)

Cristal Muniz disse...

Eu não durmo quando estou de férias... aaahá! :D

Mme. Eni Gma disse...

"as agruras de cristal romeiro na terra proibida."
isso dá nome de livro de história policial do tipo vendida em banca de jornal. =D
rsrs

histórias de embarque em ônibus errado? minina, minha biografia será somente com esse tema. eu já passei de um nível transcendental de retardamento mental, tenho que andar com uma plaquinha pendurada no pescoço escrito: JAGUARIBE para o motorista do busão me identificar quando me ver no ponto de ônibus e parar para eu embarcar, se não simplesmente não vejo-o passar... é impressionante.
e ainda reclamo de que os ônibus aqui são escassos.

aceito um GPS de presente de natal e uma tatuagem na palma da mão com o mapa dos itinerários sentido minha casa.
--

beibê, tô botando a Crystal http://www.radiocriativafm.com.br/expompeu/anuncio14g.jpg (em sua homenagem) pra gelar aqui no meu unoplex (congelador e geladeira numa coisa só), chega chegando porque a gente vai apavorar essa budega aqui.
mas fevereiro tá longe ainda... =/
vou comprar um mimo procê de niver e te entregar qdo vc chegar, mesmo que atrasado, pra economizar no correio... se conhecer algum pombo-correio eu te mando o presente amarrado no pé dele, situação financeira tá braba fia.

minina, nem te liguei pq na sexta feira eu fui no moité com o marido... não iria pegar bem eu te ligar naquela hora e naquela posição (eu tava com a boca cheia, se é que me entende)... vai por mim... e no sábado nem saimos de casa, vacilei, deveria ter te ligado mesmo assim, mas ó, natal eu vou te pentelhar, pode? sabe como é... tem que fazer aquela presença pro zamigo né =D

beijossss nesses dois zóios verdes. =******

JM disse...

Ei anônimo vai ******


Posso xingar seus leitores Cristal ?

Bjs !

Thiago Apenas disse...

Já passei por maus bocados aqui também.Foda esse lance de violência.Mais isso não me impediu de entrar na favela aqui perto pra comprar cerveja(As 23:00hs de um sábado), sim eu já estava chapado. ;)

Ana P. disse...

Meu... coraaaaaaaaagem!!!

Eu tenho medo de subir a rua da minha casa de noitche, perceba que nas festas de fim de ano, é o que mais acontece, mas minha sorte é que provável os bandidões estejam nas festas tb. De qualquer forma, preciso parar de vacilar tanto.

E o quadrinho final me deixou triste. Sério. Que puxa...

Cristal - a louca. disse...

Cristal: Ráaaa. Te invejo.

Eni: Eu compraria meu livro. Caralho, me cago contigo, essa da plaquinha é mara. Eu acho que também faria. E Jaguaribe, que nome feio ein! GPS é caro fia e bêbados não conseguem manusear rs.
Tá longe mas chega. Daqui a pouco ó pum, já foi. A não precisa. Assim eu fico envergonhada. Ligaligaliga (quando te encontrar te explico essa brincadeira).

Beijoooooooooooooooooos ^^

JM: Não pode. É feio xingar as pessoas seu filhadaputa rs. Eu acho as críticas tão sem noção rs.

Thiago: Se tu é daqui do Rio, talvez conheça o mundialmente famoso 24hs que é no pé da favela – acho que é Vila Cruzeiro ali – ah sei lá. A cerveja tá sempre gelada e barata e os tiros vem de brinde.

Ana: Tb tenho pena do cactus. Ele é legal. A gente fica com medo mas tem que andar na rua né? Fazer o que... se cagar é claro.