sábado, março 14

A esponja...

Ocultaremos a identidade da meliante para ela não se sentir muito envergonhada.

Reza uma lenda antiga, muito antiga, dos tempos de 1800 e alguma coisa sobre uma menina muito curiosa, que vamos chamar apenas de senhora dona do blog.

Senhora, muito curiosa, muito dada a novas tecnologias, resolveu que era a hora de apimentar sua vida sexual. Ela apenas se esqueceu de um detalhe, sempre foi muito azarada quando estava com boas intenções.
Pensando ela que um vibrador puro e somente poderia vir a espantar seu namorado vulgo meio marido na época, pensou em algo que vibrasse porém não tivesse o formato de um pinto que poderia vir a causar inveja e consequentemente fim do casório que estava por vir.

Na internet, antro da putaria, ela em um site de sex shop achou a solução, uma esponja vibratória. Imaginou que todos os seus problemas tinham acabado, sacou seu cartão de crétido e aguardou ansiosamente pela esponja e das noites calientes que seguiriam.
Alguns dias depois chega a esponja, senhora muito dona de si, resolveu experimentá-la em um banho, para ver como era e depois apresentá-la formalmente. Nasce aí uma história de amor entre senhora e a esponja. Uma história sem precedentes, uma história de paixão e ciúmes que acaba em tragédia.

Senhora abusa dos poderes amorosos de sua esponja de estimação, gastando seu magro salário em pilhas e baterias sem fim, banhos que nunca acabam, a conta de luz que explode no final do mês... muito ciumenta não quis apresentar a esponja ao parceiro, afinal uma paixão como essa pede muitos sacrifícios, como a fidelidade.

Até que chegou o dia, o fatídico dia. Muito stress no trabalho, senhora pensava em um sexo para relaxar, porém estava sozinha. Senhora foi tomar um banho e o banho nunca terminava, até que em uma manobra extremamente perigosa ela perde o equilíbrio e cai. E na sua queda quebra todo o Box, corta o ombro, bate com a cabeça na privada e tem um ataque convulsivo de.... riso. Quem a encontra nesse estado lastimável? Seu namorado, que finge nada entender quando senhora mente descaradamente dizendo que teve um princípio de desmaio.

Mas uma relação de paixão como essa não podia terminar por um simples acidente que quase mata. Senhora pensou em vingança, mas não conseguia largar seus banhos relaxantes. Até que o pior, o inimaginável, o inenarrável aconteceu.... Senhora conseguiu afogar sua paixão. Ela não sabe até hoje como isso aconteceu, ela nega que tenha sido proposital.

Diante do cadáver inerte, senhora não imagina como pode trazer vida aquele pobre coração vibratório, pensa em levar no homem conserta tudo, mas se detém diante das explicações que teria que dar. A autópsia disse que foi estafa. Talvez até um ataque do coração...

Senhora nunca mais quis saber de outra esponja, jurou fidelidade a sua amada. Se tornou uma alcoólatra, vive a margem da sociedade onde tem um trabalho que sequer pode sentar na poltrona devido ao seu passado sujo e nebuloso.
E nos bares da vida, se embebeda, lembrando a paixão abruptamente terminada. Quando chega em casa bêbada e sofrida, vai para o banho, onde chora as lembranças de um amor perdido.


30 comentários:

Raposa disse...

comovente

"Ri pakaralho" pode?
Poooode!
hwahwhawhahwhawhhaw
hwahwahwhahwahw
hwahwhahw
ha...
Tá... parei...
imaginava algo do tipo, mas não quando contaste do boxe quebrado durante o banho...
enfim!
Curiosidade sanada e lembrando:
"curiosidade matou o gato"

Patrícia Pirota disse...

Genial!!!
Adorei o texto...
Pena ter tido um final tão triste =)

Cristal - a louca. disse...

Raposa: A curiosidade matou também a esponja snif.
rs

Patrícia: As histórias nem sempre tem finais felizes rs.

Beijundas ^^

Andarilho disse...

Huahuahuahua, Cristal, vc se superou nessa.

Adorei.

BETA disse...

Esta foi estupenda, minha linda! Tive síncope de riso!!!!

MARCOS disse...

uaiauaiuaiuai...rindo à maneira mineira.
então...à maneira paulista, quando for imprimir seu livro, me procure, tenho uma gráfica!

Ana P. disse...

Ahauahuahuahuahuahuahuahuahuahuhaua!!!

E eu, que achava que quando eu fosse morar sozinha, primeira coisa que eu compraria seria um vibrador... esquece! Maior medo dessas coisas violentas aí!

Thita disse...

huahuahuahuahuahuahuahuahuahua

Que engraçado!!!
Agora posso entender o porquer das bebedeiras... uma história tão linda que acabou cum final tão triste...
Pobre esponja...
pobre senhora dona do blog...

isabela. disse...

hahahuehuehuaehuheuaheu

em algum lugar por aí, a esponja ainda lembra de sua dona :~

hannah disse...

Cristal,
Autobiografia á vista??? kkkkkkk
Beijos
Hannah

Ferreira disse...

Vamo beber pra esquecer???rs

Alice disse...

Que tragédia!!! Olha, num momento descontrolado desse há alguns meses atrás, eu tbm afoguei meu amigo "roxo" (ele era lilás, uma graça) na privada. Mas foi sem querer tbm, juro, ele escapoliu da minha mão e mergulhou de cabeça (haha!) na privada! Ele ficou brocha pra sempre, nunca mais foi aquela pessoa vibrante, com quem muito me divertia por aqui... :( To arrasada tbm, até hoje não me sinto pronta pra um novo. Olho alguns na internet, mas ainda não botei fé em nenhum deles. Te entendo, amiga, entendo mesmo...

Rodrigo disse...

Eu ouvi dizer que a Esponja sobreviveu, mas ficou meio pancada, alguns dizem meio bicha mesmo. Mas se recompôs, e hoje é famosa internacionalmente num seriado ao lado de uma estrela do mar cor-de-rosa...

Parabéns, Cristal, quase perdi o emprego por causa desse post (é que o chefe entrou na sala no meio das risadas).

maíra disse...

Sim.. porque realmente abandonar algo por quebrar vidros, cair, se machucar, quase se estalear dentro da privada.. é coisa para FRANGUINHAS... e SENHORA.. definitivamente.. não é uma franguinha! hahahahaha

silvakov disse...

wtf...
"Sou muito curioso, mas como não sou um gato, isso não é perigoso..."

Colombina disse...

Linda história.
Pobre esponja!

Apresentarei-a-a Dom Juan...


(qualquer esclarecimento, perguntar no blog.)

rsrsrsrs!!!

Titi disse...

Ahauauahauhauhauauahauhauhuahuahua.
Nunca me diverti tanto.
Cristal querida essa foi boa, muito boa.
Bjcas.

JM disse...

PER FEI TA !

Bjs !

JM disse...

PER FEI TA !

Bjs !

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma ótima semana pra vc.

beijooo.

Amanda Maron disse...

peloamordedeusmedizondecomproumadessa.

Mosana disse...

Cristal, alguém foi no enterro da pobre esponja?
Algum amigos dos tempos do sex shop?
Pobrezinha que triste fim.. ainda mais em dias com tanta tecnologia, ela não superou tamanho esforço em agradar a dona..
Vou denunciar esta senhora a sociedade protetora das esponjas!
+_+
Kisses

Livia disse...

que porra de história é essa???
hahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahhaahahahahaha.

Morri de rir.
Tu é doida, menina.

Cristal - a louca. disse...

Andarilho: Estamos trabalhando para sua satisfação.

Beta: Obrigado, nessa eu estav ainspirada pela dor da perda rs.

Marcos: Sem dúvidas te procurarei, mas primeiro eu preciso escrever o livro!!

Ana: Realmente são paixões violentíssimas, depois dessa “senhora” teve quase que ir para o MADA, Mulheres que amam demais rs.

Thita: Tinha que ter um motivo realmente para tanta bebida.

Isabela: ainda nutro essa esperança

Hannah: Nem tanto honney, nem tanto....rs

Ferreira: É o que senhora tem feito...

Alice: HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA!!!!! Caralho, ótima, coitado de Sr Roxo, quem sabe ele a esponja não estão vivendo felizes no mundo dos vibradores? O.ô “nunca mais foi a pessoa vibrante” FODA! Pior é essa dor e não conseguir colocar algo no lugar (ficou esquisita essa última frase rs)

Rodrigo: Meo, meo, medo muito medo, acho que conheço essa esponja. Ela virou gay de tanto trauma. Se precisar de um emprego, temos um sub aqui.

Maíra: Era de acrílico, graças a Deus ou hoje eu era Eduard mãos de esponja, digo tesoura. Senhora jamais será uma franguinha rs. Diz a lenda.

Silvakov:Nem um pouco.

Colombinex: Linda porque não foi contigo! Farei isso, farei isso.

Titi: Obrigado xuxu.

JM: Mamãe sempre disse isso.

Pelos: Pra tu tb.

Amanda: Google = esponja vibratória, para vários bolsos. Porém cuidado, muito cuidado.

Mosana: Os amigos só souberam depois que eu pensei e vi que essa história era muito boa para permanecer em segredo, mas alguns familiares apareceu.

Livia: A vida dos outros é muito bizarra né?

Beijundas ^^

dani disse...

Se tivesse jurado amor eterno ao dedo médio, talvez o indicador, isso não teria acontecido. =)

Beijo, moça.

paula disse...

Háháhá. Muito boa!

Des-Venturas da Rubra Rosa disse...

Cristal

eu e o lovezao estamos tendo crises de riso até agora, a propósito, recordas o nome do sex shop onde vendia a esponja? Já ameacei o Lovezao, vou ter uma amante esponja vibratória rsrsrsrs

Menina, estás de parabéns, entendo tua dor, apesar de ainda nao ter perdido um grande amor assim, tem motivo pra beber mesmo...

beijos moça

Encosto de Betty Davis disse...

Cristal, você vem pra Bahia que dia mesmo?


^^

Aline disse...

hiudhsiudhusidhsiudhsuidhsuidhsuidhsuidhsiudhusidhiusdhusihdiusdhsiudhisudhsiudhsuidhsuidhsiudhsiudhuishdusihdusihdusidhusidhusidhsiudhsudi

Uma vez tu e disse q tinha um vibrador quebrado, mas não tinha contao td a Odisséia! hahahahaha
Muito bom!

Ahhh... E sei lá, mas uma vez me falaram que um nebulizador é um bom quebra-galho... hsiuahsiuahsiaushiashaish

Bjããão :*

Blog cada vez melhor


Obs: Eu venho seeeeeempre aqui, mas as vezes dá preguiça de dizer algo útil, sabe? auihsauishaiushauisha

ju mancin disse...

é...td carnaval etm seu fim!

hahaha...

pobre esponja!