quarta-feira, maio 6

Déficit de Atenção.

De uns anos para cá ficou bonito dizer que tem DDA, como se fosse uma doença da modernidade, como se fosse interessante e lindo dizer que tem problemas de concentração. Não é nada disso, ou somente isso.
Porém só quem sofre dessa zica sabe do que eu vou escrever. Sabe na pele.

Só quem tem DDA sabe o que é começar a fazer algo e nunca terminar porque perdeu o interesse. Isso pode ser um livro, um texto, um trabalho, um projeto. Não somente um, mas vários, milhares. Por mais genial que você seja, sempre tem alguém passando a frente, porque essa pessoa apesar de ser meio burrinha, consegue ter um pensamento linear e colocar em prática, coisa que eu não consigo.

Tudo para mim tem que ter um propósito. E os propósitos mudam o tempo inteiro. Na prática, por mais que eu queira, algumas coisas não tem continuidade, por exemplo, eu começo a fazer um relatório, na quinta linha, eu paro, penso em um texto, penso no blog, penso na morte da bezerra, desco para tomar um café, fumo um cigarro, vou ao banheiro, pego o telefone, começo a falar, penso no texto que tenho que terminar, na apostila que tenho que terminar de ler, e o relatório tá ficando lá.... e nesse momento não estou mais fazendo nada, apenas pensando em tudo o que tenho que fazer, mas não sei mais o porque tenho que fazer.
Aí começo a pensar nos porques... porque a vida é asism? Porque eu nasci pobre? ... o dia está passando, e eu estou conjecturando coisas que me levam do nada ao lugar algum.

E a ansiedade, essa quase mata, porque se você acha que estou tranquila enquanto penso nessas coisas todas, você está enganadíssimo, estou ansiosa porque tenho que fazer tanta coisa. Tudo é urgente e nada tem andamento. Me concentrar em uma tarefa é uma força Hercúlea. Nunca consegui aprender a fazer crochê, tricô, ou qualquer outro trabalho manual (oi? Punheta não conta.) Tenho sempre trabalho atrasado, que tem dias que me forço para atrasar porque tenho que viver no caos para me concentrar em resolver aquele problema.



Minha única sorte é ser obstinada, se não acho que já tinha pirado mesmo.

Nunca... em tempo algum eu consigo relaxar, nem dormindo, porque meu cérebro está sempre pensando em coisas que não tem nada a ver com o momento.

Pessoas com DDA adoram conflito, para tentar fazer o cérebro pegar no tranco (é algo como isso, oi? Isso não é um artigo científico), e por isso estão sempre se mentendo em confusão. Discussões, reclamações é uma constante.
Tendemos a ser pessimistas, porque é mais urgente lidar com coisas ruins, por isso fazemos um cenário from hell no cérebro para tentar assimilar certas informações.

Eu sou assim desde criança, algumas crianças com DDA melhoram quando ficam adultos, alguns adultos desenvolvem um DDA momentâneo.

Apesar de ser inteligente eu fui uma aluna que beirava a mediocridade devido ao fato de não conseguir achar uma razão lógica para prestar atenção na aula. E foi assim com mil coisas. Uma coisa que melhorou um pouco foi o fato de parar de ligar para algumas situações, como ser perfeita em tudo.

Pensamentos, projetos a longo prazo são quase impossíveis, já que não consigo pensar em um propósito para pensar nisso, logo não consigo colocar em prática.
Conviver com uma pessoa com DDA é difícil, tem dias que eu pareço ter um ar meio autista e não consigo assimilar os problemas alheios, sendo assim sempre pareço ser uma péssima ouvinte. Mas na verdade eu estou ouvindo, só não estou prestando atenção.

Por isso, sempre me esforço para prestar o máximo de atenção possível nas coisas e nas pessoas. Isso demanda uma energia do caralho.

Existe tratamento, mas nenhum me agrada (principalmente remédios). Por isso voltei a fazer alguns exercícios de concentração para tentar melhorar. Acredito que daqui um tempo eu realmente esteja melhor.

Estou mesmo me esforçando para fazer algumas coisas darem certo, faço e refaço metas com data para me forçar a terminar as tarefas. Coloquei algumas idéias em prática, mesmo elas parecendo absurdas no momento, só para não procrastinar e cair no esquecimento.
Voltei a estudar alguns assuntos bem chatos, só para exercitar um pouco minha tolerância.

E um ponto que as pessoas normalmente não entendem é que tudo isso é basicamente interno, está dentro da cabeça, não é como uma dor na perna que você toma um remédio e passa, é difícil de explicar que se tem um cérebro levemente desregulado.

Não tenho uma vida absurdamente anormal por causa disso, a primeira vista algumas pessoas só diriam que eu sou agitada, estressada. Várias pessoas tem síndromes piores, porém eu gostaria de um ir a um lugar e estar nele, não estar no lugar pensando em outro. Perder de vez a síndrome do “tem sempre uma festa melhor”.

Não sei se a cura é o ideal, já que vivi assim até hoje e tenho medo do que possa ser muito diferente, porém um pouco de paz na cabeça é muito bem vinda.

Até meditação estou tentando!

Olha se nada resolver, sinceramente... eu vou pro bar, porque puta que pariu, vai ser azarada assim lá na caso do caralho.

19 comentários:

JM disse...

Eu tinha um comentário no meio do texto mas esqueci...

Mas o meu não e DDA é sequela mesmo da adolescencia !


Beijotas !

Rodrigo Santiago disse...

Caraca... será que tenho isso aí? É comum alguém estar me dando alguma instrução e de repente eu começo a pensar em outras coisas nada a ver, e, quando a pessoa fala "certo?" eu "aham". E quando vou fazer tenho q me virar pra tentar adivinhar o que a pessoa tava falando.

Às vezes acho que isso é normal, sei lá, às vezes pode ser só um leve toque de DDA, TOC ou alguma coisa do gênero. Às vezes pode nem ser nada... sei que cada vez mais me convenço a consultar um especialista pra ter um diagnóstico correto, ou um "cala a boca que tá tudo normal" (é, pra variar eu também sou um pouco hipocondríaco, se acho que tenho algo preciso q um especialista me diga que não).

Gabriela disse...

Ih! Isso que é DDA, é?
Acho que acabo de ser diagnosticada. Achei que eu era só preguiçosa e cabeça-de-vento! :\

Nana de SouZa disse...

Eu também já sofri muito com minha DDA. Caralhooo era demais...e se agravou no tempo que eu tava fazendo o ensino médio no colégio.

De boa aluna comecei a despencar..enfim. Eu sei que meio que automático; quando vc percebe já desistiu ou já tá pensando em uma coisa totalmente diferente.

Eu fiz tai chin chuan por um tempo, pq exige concentração e talz... Não passou; apenas amenizou. Agora parece que tem "época" pra acontecer.

É honey, vamos pro bar e beber todas. Pelo menos eu sei que vou até o fim ;D.

Cheiro!

Amora disse...

Estranho ler seu desabafo e me identificar tanto com ele. Eu não sei o que significa DDA, mas vou pesquisar sobre o assunto, porque fiquei curiosa, talvez os meus inúmeros sintomas seja resumido nesse tal de DDA.

Sei que meus conselhos não será mais que conselhos,então só vou te consolar com uma frase, querer algo perfeito é pra poucos, pois a maioria se torna mediocre por se contentar com qualquer coisa.

E pode ter certeza de uma coisa, tem sempre uma festa melhor e eu sempre vou tentar encontrá-la!rs

Beijocas

Diferentes Prismas disse...

Cristalzinha..!!!

acho que todos os seus seguidores são DDA's, incluindo eu!!! quando alguém se livrar favor passar a receita, assim fica mais barato o tratamento, agora falando sério, meu último emprego de 8 anos não foi pro espaço por outro motivo senão por minha completa desmotivação, eu não consegui terminar um único projeto por completo sempre ficava um "RABO" como meu CHEFE me dizia, alguém tinha que tocar meu barco, eu ficava puto, não entendia o motivo, depois de ler seu post "EUREKA" eu sou um DDA caraleoputaqueopariu.....!!!!

tá vendo você também é cultura e informação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


um, BJÃO em cada banda

Srta Diazepan disse...

realmente DDA não é fácil, eu tenho um colega na faculdade que tem e geralmente é bem difícil lidar com o moço... mas e eu que sou depressiva melancólica que tem dias que só de olhar dá vontade de ajudar a dar o nó... heim? heim? heim?

*rs

Se a gente não fizer um pouco de piada com esses errinhos dos nossos neurotransmissores porque um texto que poderia ser somente informativo virou algo mto inteligente que nos faz perceber que ninguém é perfeito, que temos nossos defeitos mas estamos aí... nem que seja pra incomodar! *rs

beijooooo

iilógico disse...

aqui...
dda o caramba!
você não gosta é de trabalhar!!!
kkkkkkkkkkkk

agora, você consegui escrever este textão todo em uma sentada?


bju

Cristal - a louca. disse...

Jm: Na minha terra não tinha o nome de adolescência e sim de maconha rs, mas tudo bem ^^

Rodrigo: Não sei, sabe não estudei para te diagnosticar rs, mas uma coisa posso te dar a dica, veja até onde os seus lapsos influênciam na sua vida se passar de 80%, meu vai se tratar rs.

Gabriela: Hahahahahaa. Talvez vc seja ein!!! sacanagem rs.

Nana: Como vc disse, realmente é automático, vc não faz porque quer ou porque programou, simplesmente quando vê já está fazendo algo completamente diferente, essa do tai chi foi uma boa dica :)

Amora: É só vc dar uma olhada em Distúrbio de défict de atenção ou como era chamado antigamente de "hiperatividade", se vc não tiver, fica a informação hehehe. Sobre a festa, vou te dizer algo brochante, mas completamente verdadeiro: A festa está dentro de você. Você NUNCA encontrará uma melhor que a outra. Porque vai ter uma terceira, quarta...
É foda, mas é verdade.

Diferentes: Meu querido!!!! Eu acho que meus leitores realmente não são normais, visto que... são meus leitores. Tem essa tb de estar sempre desmotivado e fazer as coisas pela metade, essa do "rabo" minha mãe falava muito, ainda mais quando eu arrumava a casa e esquecia algo primordial como... sei lá, jogar o lixo fora. Viu só, aqui vc encontra de TUDO rs. Tomara que vc consiga melhorar, porque oi? Vc vai morrer com essa merda, nop mínimo. Tratamento efuicaz, mas não pode beber: Ritalina.

Diazepan: Coitado do seu amigo, pior que ele não deve ter muita paciência com vc, DDAs não são conhecidos por ter uma paciência sem fim rs. Só fazendo piada mesmo kkkk. Eu nem chego perto da perfeição, talvez quando eu bebo e me sinto muito inteligente e bonita rs, mas sinceramente não é algo a se buscar na vida rs.

Iilógico: Vai pastar rs. Eu trabalho em dobro para fazer o trabalho de uma pessoa normal rs.
Esse texto numa sentada só? Não. Até porque eu fui retirando para não ficar muito grande, mas antes desse eu já tinha escrito mais dois que não tinha terminado hahahaa.

Beijundas no coração de todos vocês, mimimi.

Amanda disse...

Por mais clichê que você tenha dito que isso pode parecer, reconheci alguns aspectos (não gosto da palavra sintomas) em mim.
Até me assustei.

...mas concordo com vc. Já que eu não consigo fazer porra nenhuma, vou beber.
Pelo menos assim eu coloco a culpa da não-finalização na cachaça.
"Tava bêbada, benhê"

Nana de SouZa disse...

E quem disse que o normal e o são me atraem honey?!

Vigiaaaaa

ahsuasuhauhsuhahusa

BETA disse...

DE matar é quando dizem que você nao se esforça pra fazer as coisas direito, quando voce pega cinco tipos diferentes de trabalho pra destrinchar e acaba fazendo um sexto, quando voce sai de casa pra resolver um treco e deixa o documento que resolveria o treco em casa. Esse é meu mundo. Como Escrava Izaura que sou, começo a arrumar o quarto, vou levar um copo pra cozinha, começo a lavar a louça ( e esqueço o quarto pela metade). Vou guardar uma revista, e que legal! Começo a ler a dita cuja, monto uma aula e nao guardo nada...E tem gente que acha q a gente acha divertido ser assim! Já cogitei trocar um pouco da inteligencia por capacidade de ser linear, como vc disse... mas a gente vem assim da fábrioa, né? Paciencia...rs!
Beijundas!

pimenta disse...

Olha, eu te aceito,falta agora vc aceitar e viver com isso!
Na minha infância(3 décadas e meia atrás)era hiper, disléxica e descordenada, uma lesada,pobrezinha de mim,uiui.
Agradece que agora vc chique, pode dizer sou ADD, antigamente, isso era chamado de preguiça,vagabundagem!!
ah, tenho dois filhos com défict de atencão e um deles é hipperativo!
Aceita que vc não tem vidinha mediocre, vc tem uma epopéia herculea!!
ahahahahahahhaha

Anônimo disse...

Eu acho vc meio triste.

Castor disse...

Gostei desse lado "terapêutico" do bar.
Pode funcionar.

Beijos!

Cristal - a louca. disse...

Amanda: Sintomas é foda mesmo rs. Não se assuste, afinal quem é normal? A cana é sempre uma desculpa para tudo mesmo, então aproveitemos!

Nana: Já imaginava, para ser minha leitora...

Beta: CARALHO, descreveu perfeitamente. Faço isso, páro, começo a fazer aquilo, depois me esqueço do que estava fazendo... zzzz. Fazer o que??? Sei lá, estou buscando alternativas rs.

Pimenta: Fia, é isso mesmo, eu não me aceito assim... tão bem quanto gostaria, entende? Fico pensando nessas dos seus filhos. Sabe minha mãe nunca foi fresca, nunca me levou a lugar nenhum por causa disso, eu é que procurei ajuda depois de véia e rolava umas sessões de descarrego, digo no piscicólogo do colégio, acho que quanto mais a gente fuça, mais merda acha, então a melhor coisa é realmente isso que disse, aceitar e viver assim mesmo. Tem tanta gente mais fudida fazendo melhor.

Anônimo: Baseado em que? Eu sou meio pessimista, mas não deifiniria como triste, talvez um pouco desanimada.

Castor: é uma pena eu não ter talento para escrever coisas chatas como essa. Eu seria tão mais respeitada.

Beijundas e Abracetas.

Mosana disse...

Cristal, não se sinta só.
Aqui em casa somos 4 com o amigo TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Eu, ridow e filhos.
Ridow teve uma infância e adolescência SUPER complicadas em função disso, a minha nem tanto. Eu trato os meninos com terapia, pedagogas e remédio. E ainda assim é MEGA complexo. MAs o importante é ter consciência disso e buscar uma saída menos complicada. Ridow lida com isso até hoje, assim como vc, sozinho. Eu pedi arrego e fui no médico, não tomo remédio, mas faço "truques" para tentar sobreviver sem surtar a cada 5 min.
Já leu Mentes Inquietas da Ana Beatriz? Procura aí, ajuda bastante.
Boa sorte!!
Kisses

ju mancin disse...

botecoterapia é o que há!

já haviam me falado que eu sofro dessa coisa ai...mas eu nem dei atenção... só q agora, lendo ai os seus sintomas....gentche, esse é o meu problema então?! raios...

vo pro bar...

DIGITAL TEAM FILMS disse...

Caramba! to pesquisando sobre dda pois os sintomas eu vivo 90 % deles. mas a sua descrição me deu quase que uma certeza, eu tenho DDA. so quem vive 95 % dos momentos com a cabeça em outro lugar, sabe como isso é horrível! todos ao meu redor me idolatram e vivem me criticando, pois dizem que sou talentoso no que faço, mas sou desorganizado, não lembro de nenhum compromisso, não fico para, mas pra mim é dificil, pois sinto como se tivesse varias vidas, e a que menos eu vivo é a minha. To pensando em ir a um psiquiatra, para começar a tomar remédios, pois não aguento mais!