sábado, dezembro 18

Um recado a 2010.

Ps: Transcrito do meu diário pessoal.

Esse ano ainda não findou e há tanto a agradecer! Um amor consolidado, muitas mudanças.
Meu Marcos foi e é um belo presente na minha vida, sou feliz por tê-lo encontrado. Meu emprego é uma loucura, mas eu o amo. Tantas coisas aconteceram e foi um ano tão maravilhoso...

Novos desafios a vista. Uma direção, um lugar para ir e muito a ser feito. Arregaçar as mangas, ir em frente, a luta. Muito a escrever, muito a viver, muito a amar, muito a trabalhar. Quero viver os dias, orgulhar-me das conquistas, levantar quando for preciso. Exercitar.
Exercitar a escrita, a tolerância, o amor, a força. Agir? Sempre.

Eu me orgulho de mim. De ser quem eu sou, do jeito que sou.
Me sinto mais madura, mais humana e mais mulher.
Me sinto guerreira, amada, gente, e sei que faço parte de algo; de algo maior, meu, a minha espera.
Sinto esperança, segurança, me sinto eu, como se de repente algo se encaixasse definitivamente e perfeitamente.
Não sou o lugar onde estou ou um personagem, sou só alguém que vive.

A mim mesma todos os parabéns e felicitações, pela minha transformação entre muitas e por todas que ainda virão.
E que eu consiga fazer a diferença, na minha própria vida, porque é por isso que estou aqui.

2011 também será meu ano. Como todos o são.


6 comentários:

Afrodite disse...

Amém,Cristal!
Confie sempre no seu taco!
Beijo!

Nanda disse...

seu diário pessoal é perfeito.
rs...
AMEI ler suas palavras.
Não me sinto preparada pra fazer um balanço do ano. Nem da vida.
Orgulho de você, vaca!
bjão!!!

'Lara Mello disse...

Será bom para nos, querida!!!!!

Te adoro!!

i ILÓGICO disse...

andar pela vida e encontrar-se com a vida esperando para se dar...

parabéns Crisstal. fico feliz em estar aqui no seu blog vendo isto tudo acontecendo...

ótimos dias novos!!!

Thiago Quintella de Mattos disse...

E o 2011 fará bem, depois de tants sinceros agradecimentos a 2010!! Excelente blog, tô lendo os outros artigos

Luciana Matos disse...

Nega, você precisa escrever um livro de auto ajuda urgente!
Só de ler o seu relato já me deu vontade de mudar o meu que foi bem fiascoso esse ano...
Beijões!