terça-feira, setembro 13

Filosofeiras.

Pessoal, ando muito filósofa nos últimos tempos, porque né? A gente precisa pensar e pensando morreu um burro, digo, pensando eu filosofo, até sem cachaça;


Eu sei o meu problema e de todos os outros seres humanos! A gente não quer só ter opinião, nem ser aceito, a gente quer é convencer as outras pessoas que elas TEM QUE VIVER conforme nossa opinião e qualquer coisa contrária disso é tipos, uma afronta.

 

Queremos que a outra pessoa seja como queremos, se comporte como achamos correta, fale o que queremos ouvir, coma, use, tudo conforme a nossa vontade, na verdade tudo é o grande "ego do eu, eu, eu, eu".

 

Como se existisse um caminho certo, uma única forma, uma fôrma. As pessoas que se comportam desse jeito pá, tá boa para o nosso convívio, as que não... enfim, e nem estou falando de falhas graves de caráter, estou falando de picuinhas mesmo, mimizinhos.


A gente mal consegue se controlar e quer controlar os outros, e além de tudo isso queremos que os outros, nossa família, namoradas, maridos, emprego, amigos, nos dê segurança, nos dê alento, nos façam felizes e nos completem, tudo aquilo que normalmente não achamos dentro da gente (porque somos gentinha que gosta de julgar até a si mesmo) só que né? Ninguém consegue.


Estamos sempre tentando evitar o desconforto, como se nos adaptarmos fosse difícil demais, até o que é melhor! Nós temos medo do que é bom, nossas crenças negativas e as reclamações de sempre são tão confortáveis e lindas, assim vivemos confortavelmente, pode ser na merda, mas é confortável, nos esparramando nos anseios e com preguiça do novo, afinal o novo é desconfortável, colocar-se na pele do outro também, fazer tudo diferente dá trabalho. E... como disse esses dias, queremos muito, mas não estamos dispostos a pagar o preço, queremos porque é de graça e não é pecado, mas ir para a luta? Ah não... amanhã quem sabe.


Estou me afastando de gente que acha não existe consequências para os atos e que a inércia vai trazer algum presente de Natal, ou que ser uma pessoa honesta é suficiente para todas alegrias terrenas, como se uma única qualidade já conseguisse guardar lugar do céu e tenho cansado de pensar tanto, explicar tanto, explicar pra mim, saber que o fim do mundo não me espera e que tudo sempre dá certo em algum ponto da história, que segurança não é tão essencial assim e que devemos olhar lá na frente, mas viver um dia de cada vez.

3 comentários:

'Lara Mello disse...

Amiga, tu tá a filosofia em pessoa!!!
Mas tô amando seus textos assim, me faz pensar também :)

Daniel disse...

Boto fé............podes crer!!!

Madame disse...

Adorei, vc é um ser mto inteligente cara Cristal.
Concordo com vc, ta certissima!