segunda-feira, outubro 24

O planejamento do final de semana certamente deu errado.

Eu semana passada "pensando", vou aproveitar o final de semana para estudar, colocar as coisas do meu blog em dia, responder e-mails, zerar minha caixa de entrada.... enfim...
 
O real: Sábado: Curtindo um bode e uma ótima ressaca, uma dor de cabeça e nos ombros tão normal que quando relaxo um cadinho só, a dor vem... e ombro é uma coisa chata de massagear, lembrei do Marcos fazendo massagem com um rolinho de madeira em Jf e eu delirando mais que sexo E chocolate, deixemos isso pra lá.
 
Domingo: Praia praia e praia, teve um momento na praia tão bacana e único.... sentei na posição de chinês, e na minha meditação consegui por uns minutos que fossem esvaziar completamente a mente e só sentir o cheiro do mar, o sol no meu rosto e nenhum barulho externo (estava ouvindo música instrumental em uma rádio qualquer) e a sensação foi tão libertadora, tão libertadora que nem sei explicar direito.
É uma leveza... como se eu tivesse aberto a cabeça para os pensamentos sairem e deixado o ar entrar, deixado um vento bater do lado de dentro da cachola... e levado toda a poeira velha, depois dessa experiência, certeza que meditarei cada vez mais.
Interessante que quando um outro pensamento voltou a enrolar minha cabeça, minha impressão foi de ter acabado de acordar, refeita... satisefita. Quase feliz, não diria feliz porque minha referência de feliz normalmente é um estado de quase euforia que passa rápido como o efeito de uma droga.
Depois fui comprar uma bolsa de couro nova, comprei um modelo "inspiração" Alexa (vai no google) caramelo e fiquei bastante satisfeita apesar de cara, depois dei mais umas três voltas olhando tudo e trabalhando minha compulsividade, comprei a bolsa na últma volta, depois de olhar tudo.
 
Depois teve outras coisas que não tô muito a fim de falar, é tão chato que tenho vergonha de escrever.
 
E assim caminha minha humanidade, acabo de perceber que preciso mesmo de sapatos novos porque esses estão muito largos, é o terceiro par que está assim, se não tivesse treinamento hoje, iria comprar uns dois pares de sapato porque odeio sapato largo que faz nosso pé virar na rua.
 
Segunda-feira saio de férias, parece que é ali, e ainda falta tanto....
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

2 comentários:

'Lara Mello disse...

Bom você ter se apegado a um momento só seu, esse contato com o nada, nos faz ver o sentido da vida..
Leia "Comer, rezar, amar" acho que vai curti :)

Cristal - a louca. disse...

Foi absulutamente doido, foi tão rápido e tão intenso, foi doido....
Eu li amiga e adorei, já duas vezes adoro esses livrinhos com finais felizes...
Mas não tive saco para ler o outro livro dela não, vc leu?

Beijundas