terça-feira, outubro 25

Trabalheira

Eu amo meu trabalho, é verdade, mas é cansativo ser feliz (ninguém gosta de vendedor triste, mau humorado e carrancudo, concorda?) enquanto eu queria ficar quieta, nem queria chorar, nem fugir, nem me esconder, nada disso não, só ficar quieta um cadinho.
Mas sabe amanhã é outro dia e yada yada yada.
 

Um comentário:

Maria Eduarda disse...

Sabe, Cristal, o vendedor é um ator. O ator é um artista. E o artista sempre tem que estar bem (o show não pode parar, lembra?).
O que você sente é isso: o preço é alto (mas é alto pra todos, menos para os que desistem).
Beijo grande e felicidades.
Você merece.