domingo, novembro 20

Casamento da minha irmã.

Quer animar uma festa, não sabe como? Me dê umas bebidas e te mostro, claro se você não tiver vergonha da minha vergonha.

Excluindo um episódio específico que não quero falar, foi tudo ótimo. A cerimônia foi linda, todos estavam muito felizes, e olha que no dia anterior meu cunhado tinha sido assaltado e levaram o carro embora com os docs do casamento e inclusive a aliança dele.
Como eu estava muito chateada e estava vendo a diversão, mas sem participar dela, os copos entraram para meu socorro e o que sucedeu após isso foi comentado até agora exaustivamente.

Claro que me lembro de tudo, mas só não me lembro O QUE PASSOU PELA MINHA CABEÇA!
Sabe, eu não sou exatamente sem noção, eu sou sem limites e não tenho vergonha, por isso relatarei aqui alguns episódios específicos.

Bebi tudo o que se passou pelas minhas mãos de pau na coxa a batida de sei lá, tudo temperado a whisky e cerveja meu copo sempre cheio de qualquer coisa, até coca-cola, guaraná e água tomei, para vocês terem idéia.

O assunto de hoje foi que no final da festa eu fiz peitinho na sogra da minha irmã que não é exatamente uma pessoa informal, eu estava sentada ela parou do meu lado em pé e porque cargas d´agua fiz isso é uma incólume, quando me pergutaram porque fiz isso, do meu mais alto grau etílico respondi "porque ninguém teria coragem em fazê-lo" claro que ela levou na esportiva e ainda disse que me admirava muito, com um sorriso, então ficou tudo bem, mas foi tipos, minha irmã contando pro marido: Vc não sabe o que Cristal fez, apertou o peito da sua mãe.
Meu cunhado me olhava e falava: Vozêeeeee vai beber esse freezer inteiro comigo.

E a outra que foi o must have da noite foi eu que sentei na mesa das enfermeiras e uma delas inclusive já me furou o braço duas vezes e eu lembrei, blawhyskas festa vai festa vem, alcool entra a noção sai. AS duas estavam com os respectivos namorados e o namorado de uma delas o Bruno é tipo eu de calça, zero de ridículo, quando ele deixou uma lata cair no chão e fez mó barulheira eu peguei a lata joguei nele e falei Aêeeeee Bruno, o que decorreu daí só filme de comédia, ele pegou todas as latas de cima da mesa jogou tudo no chão e nós dois sentados tacando latas um no outro, e o resto da mesa gargalhando, quando esse ser sem noção nenhuma, pega o fantasminha, o pano que cobre a cadeira de branco, levanta, (eu estou sentada) pega esse pano enrola NA MINHA CABEÇA e começa a gritar: ONDE ESTÁ A MACONHA, ONDE ESTÁ A MACONHA???? PORRA ONDE ESTÁ A MACONHAAAAAAAAA? (Tropa de Elite) Mermão, minhas irmãs e meu cunhado, a Katrin namorada do Bruno tipos tiveram síncope de riso. E a namorada do louco falando "EU TE FALEI QUE ELE NÃO TINHA NOÇÃO!!!!"

Bom, everybody foi embora e ficou só a nata que não presta, muitos copos, danças e juras de felicidades eternas aos noivos, eu já em estado semi vegetativo, deprimi, ia começar a chorar quando peguei meu última grama de dignidade e resolvi vir embora, juntando com uma dor de cabeça daquelas, foi o que eu e minha irmã fizemos, tomamos rumo de casa.


Hoje de manhã minha segunda mãe: INACREDITÁVEL QUE VOCê FEZ PEITINHO NA DONA FULANA. E eu pensando: Posso voltar para minha cama?


Eu toda madrinha junto com Jorge o padrinho.


Foto oficial para o blog.

3 comentários:

'Lara Mello disse...

HAHAHAHAHHAHAHAA
Amiga, só você!!
Adorei as historias, amei o vestido, e queria saber se tu tem certeza o que é ser gorda, pq não vi essa gordura toda. Te achei linda!!
E úe? Cadê o Marco? Não foi? não acredito =(
Se vcs brigaram vou bater em vocês! RUM!!! =)

rafa disse...

HAHAHAHAHA MANO.

Madame disse...

Voce mandou muito bem, adorei!
É assim que se comemora uma festa de verdade!