quarta-feira, dezembro 14

Sistema muito nervoso.


Ontem tive um ataque antes de dormir, típico das pessoas que vivem na corda bamba emocional. Da canseira enorme de tentar se manter a tona quando se tem um uma âncora presa nos pés. Me deu toda a vontade do mundo de simplesmente desistir, ser mais uma, tampar a voz da cabeça pensante. Hoje acordei com olheiras e meu tique nervoso voltou, meu estômago dói, e eu nem sei mais qual o preço que se paga pelas coisas. Eu não tenho mais pena de mim, porque não consigo, quando estava prestes a realmente desistir hoje pensei que a ação era a única coisa que me sobrava, liguei para os clientes, para minha mãe, brinquei com os colegas, negociei, vendi, fui mais simpática, agradável, quis fazer muita coisa, bastante mesmo, o suficiente para a morte simplesmente fugir quando ver que eu ainda não me entreguei.
Eu não tenho medo da inércia, eu tenho medo de morrer viva para dar de comer aos mortos.
 

2 comentários:

Meu infinito particular disse...

Amiga, realmente tem horas que dá uma imensa vontade de jogar tudo para o espaço e que F0d@-$& o resto, sendo que: NÃO É TÃO FÁCIL ASSIM, NÃO É GATINHA? Um conselho de uma pessoa que não sabe de nada: BEBE PARA ESQUECER! Essa é a meLhor tática de guerra! bj

'Lara Mello disse...

Certeza que você não tem medo, você é a mulher que eu admiro por seguir sempre em frente #FORÇA!!!