segunda-feira, dezembro 19

Um texto sobre a minha visão divina.

Eu não sou uma pessoa religiosa, nem vim aqui para discutir religião, apesar de se eu quisesse poderia, afinal esse blog é meu.

Na verdade não tenho religião alguma, mas tenho uma fé grande em algo "maior" que é meu Deus, e desde ontem senti uma vontade enorme de escrever sobre isso, mesmo sabendo que algumas pessoas podem se sentirem ofendidas, enfim.

Meu Deus, e eu chamo de meu porque ele é meu mesmo, eu nem chamo de Deus, chamo de meu chapa, porque é isso que o cara é, aliás ele não é velho, nem tem barba e eu sequer imagino como ele seja, mas ele é meu amigo.

Meu chapa não precisa de nada meu, nem meu dinheiro, gratidão, nem obediência, nem que eu faça algum ritual para falar com ele, porque tipos o cara é só Deus né? Cê acha mesmo que ele tá preocupado com alguma coisa que EU possa dar pra ele?

Meu chapa mora numa casa legal e tem plantas para cuidar, ele cozinha, recebe amigos, ele não vive atribulado correndo pra la e pra cá evitando terremotos e ouvindo aquelas pessoas que ficam berrando em nome dele, esse é outro Deus de outras pessoas.

Mas ele sempre arruma um tempinho para me ouvir, e algumas vezes ele me ajuda, outras eu acho que ele pensa "se vira um pouco sozinha que isso que cê tá fazendo é drama" e daqui a pouco eu mesmo resolvo as minhas coisas.

Meu Deus não é minha babá, onde eu peço todo dia que me guie como se eu fosse uma criança incapaz, como se eu fosse um fantoche e ele que manda em mim.

Meu Deus não fala comigo, infelizmente não da forma que compreendo, nunca pedi uma prova que ele existe, porque é claro que ele existe, só que como ele é Deus não tá preocupado em mostrar que existe pra mim e nem pra ninguém porque essa coisa de provar é muito mundana e bobinha pro cara né?

Ele não tá nem aí pra maioria das coisas que a gente acha importante, quando me vê doidona por causa de trabalho e eu peço uma ajuda a única coisa que ele faz é me dar um sopro pra eu respirar fundo, ficar mais calma e resolver.

Meu Deus não acredita na incapacidade humana e nunca me deu nada de graça, apesar de não precisar de nada em troca, ele me mostra que sou capaz de criar com minha cabeça a solução dos problemas corriqueiros.

Ele não gosta de lágrimas, súplicas, nem de desespero, essas pessoas ele encaminha praquele Deus de barba que costuma ser bravo.

Meu Deus nem sabe o que é punição, ele é um cara muito esperto, sabe que eu sou meio turrona e de vez em quando ele dá uns cascudinhos e fala "cabecinha" .

Meu chapa é um cara muito inteligente, iluminado no sentido da palavra que nem compreendemos, ele é sábio, calmo, paciente e tem tudo o que precisa.

Ele não precisa de nada para a obra dele como você já deve ter ouvido, porque a obra dele é essa daí, o mundo, ele não precisa que ninguém fale dele, porque ele só existe dentro de cada um, não pode vir de fora.

Não, esse meu Deus não é aquele que o filho morreu em uma cruz, porque meu chapa jamais admitiria um sacrifício desses porque ele não acredita em rendição pela dor, ele não acredita em culpa, em medo, e ele jamais faria uma coisa dessas para me salvar, porque eu não preciso ser salva, eu preciso aprender.

Se o seu Deus é o contrário disso, não tem problema, eu só tô contando como é o meu, não estou em discussão religiosa e seu Deus pode te fazer feliz.

No mundo do meu Deus, não existe pecado, expiação, castigo, porque só existe consequências e cabe a mim decidir o melhor naquele momento, muitas vezes eu me fodo, mas como te disse, meu Deus não é minha babá.

Meu Deus me criou inteligente e capaz para aprender tudo o que não sei, ele tenta me ensinar de várias formas e mesmo quando não aprendo, ele nunca desiste.

Apesar de meu broder não precisar da minha gratidão, ele fica satisfeito quando eu agradeço algo que sei que seria incapaz de criar, como o sol, o ar que respiro, o fato de eu reconhecer o quanto ele é bbacana.

Meu Deus não me dá muita coisa que peço, porque como disse ele tá ocupado com coisas mais legais que minhas fofoquinhas do dia a dia, quando eu fico pedindo bolsa e sapato eu acho que ele ri, mas é legal ficar pedindo, o que ele me dá mesmo é a certeza de que o universo está todo no lugar correto, mesmo parecendo o contrário, que posso contar com ele quando as coisas ficarem ruins, e que nós escolhemos nosso destino, temos liberdade para criar, para sermos o que quisermos.

Meu Deus fica feliz com minha felicidade e se compadece quando eu fico muito triste, mas ele se compadece pela minha incompreensão das coisas, por eu querer controlar a vida, porque eu tenho medo, quando tudo está aí, somente para ser usufruído.

Meu Deus é um cara de amor puro, um amor que não existe posse, nem troca, é um amor que é como o ar, é o amor respirável e ao mesmo tempo é quase palpável, é um tipo de amor que eu não conheço, mas tenho vislumbre dele de vez em quando.

Eu falo com ele a qualquer hora e quando fico um tempo afastada, ele não vem com um "como você tá sumida" acho que ele sorri e me ouve, sei lá... tomando um chá, como eu disse eu nunca o vi. Eu falo com ele lavando louça, fumando um cigarro e até tomando banho, eu fico lá tagarelando enquanto ele faz biscoito e balança a cabeça, em um sinal de "entendo, entendo".

Eu não conheço a maioria das coisas do meu amigo e nem ele faz questão de me mostrar, sabe... meu amigo tá muito acima de livros, dogmas e rituais, como muitas pessoas não entende ele. Claro que meu Deus é único, porque meu coração assim quis, eu não poderia ter um Deus amargo e mesquinho que me tira as coisas para me mostrar o quanto é poderoso, o meu Deus tem boa auto estima e não precisa provar poder, ele só é um cara que mora em outra dimensão e sabe mais que todos nós juntos e por isso ele é capaz de amar inclusive as nossas burrices.

Meu Deus não mora em casa de pedra, não junta as pessoas para falar dele, não fica pedindo nada, não tá nem aí como as pessoas se vestem, comem ou deixam de comer, e ele também nem liga para essa cantoria chata que vocês ficam fazendo, claro que ele não fica muito feliz de ver o mundo dele essa bagunça, mas somos como crianças que ficam espalhando as coisas, pulando, macaqueando, tentando fazer algumas coisas, mas ele não fica puto puto não, porque ele entende.

E ele gosta de mim, e me sinto especial por isso, apesar de todos terem acesso a meu Deus, porque ele também tem muuuuuitos amigos.

E eu fico muito admirada de um cara desses resolver ser meu amigo! Tipo um dia eu procurei e ele tipo me add na lista de amigos dele.

Meu Deus quer que eu seja feliz, justa, amorosa e grata, ele quer que eu olhe para os outros como iguais, e que ajude aos que me pedirem ajuda, que eu respeite meu corpo e minha mente, ele quer que eu seja próspera, para ajudar mais pessoas, quer que eu seja alegre, para ter o coração leve, quer que eu ame e seja amada, quer que eu saiba que sou especial, mas não diferente de nenhum outro amigo dele, meu Deus não quer que eu perdoe os que me fizeram mal, mas quer me ensinar que eu não tenho o poder de julgar ninguém, que as pessoas fazem o melhor que podem, e que não cabe a mim fazer cobranças, se o cara que é Deus e pode, não cobra, como eu o faria? Meu Deus quer me ensinar que não existe, bem e mal, bom e ruim, existem visões e as vezes quando somos injustiçados, já injustiçamos alguém, é só a bola da vida rodando e rodando.

Meu Deus é um cara muito legal e está disponível pra todo mundo, sempre, claro que como disse ele não tem nem aí para as coisas comezinhas e mimimi de humano besta, mas ele é um cara que puta que pariu (ah ele não liga que eu fale palavrão, aliás ele não liga nem para a cor dos meus cabelos, nem se eu como porco...) como tava dizendo ele um cara demais.

Ele se importa com a minha felicidade, e todos os dias quando vou dormir, falo com ele que é muito bom ser amiga de um cara tão bacana, que reconheço o quanto tenho coisas legais e que é bom saber disso.

Caso tenha interesse, não tenho como apresentar esse cara a você, afinal, ele não está nas palavras, mas sei que quando você para, respira fundo e tenta você consegue achar ele.



Esse é o meu Deus, e eu adoro saber que meu Deus é um cara muito legal.

7 comentários:

Antônio LaCarne disse...

hell is other people, no caso.

Bia. disse...

Vou compartilhar! Muitos outros precisam conhecer esse broder ai! ;D

Vânia disse...

Deus é Bom!!!!

iILÓGICO disse...

"Meu Deus é um cara de amor puro, um amor que não existe posse, nem troca, é um amor que é como o ar, é o amor respirável e ao mesmo tempo é quase palpável, é um tipo de amor que eu não conheço, mas tenho vislumbre dele de vez em quando"
achei! linda!

Madame disse...

Adorei a descricao, sincera e realista. Arrazou!

'Lara Mello disse...

Concordo, também não tenho religião e sim Fé! ♥

Dan Dan disse...

Não nos conhecemos, mas acompanho seu Blog pq o acaso me trouxe até aqui e gostei de vc pelo prazer da leitura. Passado muto tempo, pude acompanhar seu amadurecimento e a virada da sua sorte. Bom te ver feliz. Esse post, (lindo, por sinal) demonstra muito isso e diz muito sobre a minha relação com Deus. Tomei a liberdade de postar no meu BLOG com algumas adaptações.
Beijo