domingo, outubro 28

Barata - Conhecerás meu ódio.

Terminei de arrumar a casa já eram 23 horas, isso porque eu comecei de manhã, uma faxina do mal, junto com os móveis que chegaram que eram da minha sogra (vocês não souberam mas infelizmente ela faleceu tem quase dois meses e era uma pessoa da melhor qualidade) terminei a faxina, tomei um banho, deitei no sofá, é galera já possuo um sofá para fumar um cigarro e ver minha tv gigante (é minha gente eu também já tenho uma tv de led gigante - e melhor não estou devendo nada disso) niqui tô fumando e olhando a bosta do pânico na tv ouço um barulho muito estranho, véio entrou uma barata gigantesca voando pela janela da sala (já é a terceira, o tempo esquentou e moro no primeiro andar) véio, véio, a primeira coisa que fiz foi tentar dominar o pânico ou meu não o da tv obviamente já que não dava para pedir para meu marido matar ela já que não tenho marido.

Véio, mermão, puta que pariu, eu peguei a lata de inseticida e taquei tanto, mas tanto nela que comecei a tossir na nuvem de fumaça tóxica que sai desse troço. Minha casa limpinha, minha sala nova, meu sofá novo, minha tv nova, sabe o que deu em mim? Nem eu sei, acho que o inseticida entrou no meu cérebro e  me drogou por completo. Só sei que essa barata não mexeu com a pessoa certa hoje. Normalmente taco esse monte de remédio e saio do aposento e deixo ela estrebuchar enquanto fico dando pulinhos altamentos nervosos, mas não hoje mermão, não hoje, hoje não foi um bom dia pra ela entrar pela minha linda janela da sala..

Munida de uma coragem que não é do meu perfil, peguei a vassoura e dei uma porrada nela, o que desencadeou desse ato não me sei informar, sei que algo entrou no meu corpo e eu comecei a gritar e xingar a barata e bati tanto nela  (ela já estava morta) e com tanta força que quebrei a porra da vassoura e não parei, mirei nela e bati com a ponta do cabo de vassoura até sair aquela coisa nojenta e mais puta da vida ainda e xingando pra caralho abri a porta da sala e com o pedaço que sobrou varri a porra da barata pra fora que nem catar aquela merda eu ia, passei um desinfetante no chão e me senti tão fudida que parei fumei um cigarro pensando que nem posso deixar a janela aberta apesar do calor que tô eu dormindo e entra outra?





 Depois pensei, tem que ir pro blog rs.



Ps: Tenho uma amiga que tem pavor absoluto de barata a Franci se três baratas entrar na casa dela ela se muda. Comigo é diferente, deixei o corpo bem no corredor para as outras verem quem manda aqui,
PS2: Já tenho aquela isca de barata elas morrem na hora,mas alguém sabe que outra coisa posso usar para elas nem chegarem perto? Pensei em um repelente ultra sônico, será que dá certo?

2 comentários:

Gabi disse...

Olha, se você conseguir achar qualquer outra coisa que mate baratas, por favor... Me avise! Acabei de mudar para o terceiro andar e devido ao meu pavor de baratas, sábado entrou duas logo de uma vez voando (sim, as desgraçadas voam alto) e eu tbm não tenho marido pra matar... Fiz a mesma coisa que você... Só não quebrei a vassoura, porque ainda tenho apenas uma... Serei obrigada a colocar telas nas janelas.... (fora o veneno nos vãos, na entrada...etc, que ja joguei) (Gabi- sincerasmentiras.zip.net)

satya disse...

Use K-Otrine pra mantê-las longe, mas tem que passar do lado de fora das portas e janelas também.