segunda-feira, novembro 19

É possível

Um dia a gente acorda e boa parte da raiva já se foi, a raiva revoltosa da vida.

Um dia a gente acorda e percebe que não tem vontade de agredir ninguém.

Hoje dentro do metrô as pessoas se remexiam, bocejavam, se ajeitavam no banco inquietos, mexiam no telefone para ocupar as mãos, e eu quieta que estava percebi que dentro daquele vagão era a única pessoa que tinha serenidade, imóvel deixei que essa sensação se prolongasse, respirei fundo vária vezes, não falei mal do ônibus que demorava e continuei respirando fundo, sem acender mais um cigarro, cheguei no meu apartamento, fiz algo para comer com calma, meditei, respirei e deixei que a paz fosse entrando novamente em mim, tenho todas as preocupações do mundo, mas estou com a paz das escolhas corretas que fiz.

Um dia apenas a gente faz um investimento no mais importante, manter a mente calma, e quiçá daqui um tempo conseguirei calar minha cabeça durante um bom tempo, apenas sentindo tudo o que posso sem denominar. Não busco mais a felicidade, nem a alegria, satisfação, porque tudo isso já existe, basta eu continuar procurando dentro de mim que acharei.

Pílulas de sabedoria da Dona Cristal.

Um comentário:

Beatriz disse...

É isso ai... Bem por ai mesmo!!!!
Sei que isso não é nada facil, mais é tão bom quando essa serenidade chega de repente...
Amo vc, e acho verdadeiramente que as escolhas certas são feitas no momento e para aquele determinado momento, depois elas podem parecer não tão mais corretas assim, mas as foram quando foram feitas... Acho que me entendeu!
Nunca se arrependa. Pode não ter saído como gostaria, mais acredite...Foi Perfeito como foi!
Estou por aqui sempre...Te amo muito!!!!