domingo, junho 23

Eu ri do ridículo.

Quase todos os dias eu choro, as vezes duas, três vezes, mas hoje eu ri do ridículo, do ridículo puro e simples. É ridículo pensar que eu era a senhorita auto controle e hoje eu sou.... eu sei lá quem eu sou!!!!! Foda-se quem sou nos dias de hoje? Tem alguém interessado nisso? Ninguém se interessa por nada que eu esteja no meio, então foda-se o mundo inteiro! É a primeira vez que isso acontece? Não. É a primeira vez que acho que sou sei lá, esquisita? Que vou morrer sozinha? Que ninguém nunca vai querer ficar perto de mim? Grandes bosta, aposto que estão perdendo.

Claro que sei que não estou nada normal, mas querem saber? Até isso deve ter seu lado positivo, deve ter, até pilha tem lado positivo e negativo! Ou vou morrer nessa, ou vou dar a volta por cima, ou não e caguei, está me dando muito trabalho essa depressão, de verdade, está me cansando mais do que qualquer empreendimento da minha vida pregressa, além de ser um saco. Estou praticamente terminando minha limpeza espiritual nessa casa e... grandes bosta, tem horas que nem sei se moro aqui!

Hoje pensei em cair na bebedeira aqui em casa, but não tem bebidas cheia de alcóol o que é um erro pois sou mais divertida quando bebo, precisamos ter bebidas nessa casa!

O máximo que pode acontecer é eu cair no banheiro e morrer, aí aviso minha irmã lá no Rio que vou beber, que é para ela me ligar no dia seguinte, se não atender... pode mandar o Samu.

Não preciso complicar tanto as coisas, viu?






Nenhum comentário: