sábado, setembro 7

Que cabeça.

Fui a psico, eu ia só de acompanhante e acabei entrando, falei sobre tudo aquilo que já sabemos, compulsão, tristeza, o problema da minha mãe, minha auto estima zero, tudo aquilo que não sei como lidar, mas acho que sei.
Veredicto: Procurar um psiquiatra.

É você já tinha dito. Marcos já tinha dito. Todo mundo já tinha dito o óbvio, que eu não estava bem, que na verdade significa que estou mal.

Compulsão por compras, alimentar, falta total de prioridades, vontade de não fazer nada, enfim, passou a muito da hora de fazer algo, mas pensava que era só uma fase, claro que no fundo sabia que tinha algo muito errado, mas não conseguia encarar.

Se deu medo? Deu pavor.

Deu ziquizira, taquicardia, não sei exatamente o que tenho mas para isso existe o médico né?

Agora não vou ter para onde fugir. E como eu queria fugir.

Talvez eu dê uma mini sumida devido a mudança de apartamento, mas darei notícias, bom, eu não consigo comentar aqui, mas quem quiser falar comigo tem o meu e-mail ali no perfil.

6 comentários:

Nádia Galdino disse...

É clichê falar isso, mas é fato: as coisas acontecem na hora que têm que acontecer. Não foi por acaso que você entrou nesse consultório, tava na hora. Faço terapia há dois anos e meio: dá medo, dói pra caramba às vezes, mas com certeza é melhor que ficar nessa inércia. Vai ser ainda melhor com a mudança de apê! Se você demorar muito vou perturbar no e-mail mesmo, viu? Tudo de bom para você! Se cuida! ;)

Nádia Galdino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nádia Galdino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nádia Galdino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rafaela disse...

Cristal, foi bom que o psicólogo tenha falado pra vc ir ao psiquiatra. O psiquiatra vai poder fazer o tratamento mais adequado, com antidepressivos se for necessário.
Eu vou à psiquiatra. É um médico como outro qualquer.
Boa sorte e tenho certeza que vc vai melhorar. Tô aqui torcendo. :)

Smart Girl disse...

Oi, lindona, te mandei um e-mail hoje.
Beijo