quarta-feira, setembro 28

Job

Eu já tenho um emprego e começo na segunda-feira.


Gostaria de poder escrever o que aconteceu, o porque não ter entrado em duas empresas mesmo meu curriculo sendo avassalador *(para a minha área), tendo boas referências, números e tudo o que era necessário... fui barrada devido a uma referência negativa (coisa que é contra a lei, mas não posso provar, de puro recalque, infantilidade e anti profissionalismo, já que não tem nada na ninha carreira que me desabone) porém, devido a questões que desconhecia até então, não estava "passando" nas entrevistas, o que foi muito estranho diga-se de passagem, mas deixemos esse assunto finalizado por enquanto, pois se tem uma coisa que acredito é justiça divina, eu tomo no rabo por causa dela e os outros também não escaparão.

No final deu tudo certo e uma empresa resolveu me contratar. Acabou se mostrando ideal para esse momento da minha vida, o salário é menor, mas sou vendedora e isso a gente compensa trabalhando e ganhando comissão. É desafiador pois não é exatamente o material que estava mais acostumada a vender, mas lembremos que seis anos atrás eu não sabia o que era um cabo elétrico e hoje sei montar um painel, então não vai ser isso que vai me impedir de trabalhar.

Fiquei muito abalada quando soube o que fizeram tentando cagar meu currículo, mas tem uma coisa que jamais poderá ser retirado em nenhuma das empresas que trabalhei e é o que apresento, números, números altos o suficiente para ser primeiro lugar, podem saltitar em cima do meu nome, os relatórios dizem, The winner is... Foquemos nisso e vamos adiante, as vezes a gente toma tanto tombo que fica meio abobado e esquece o próprio valor, mas sou master em cair e levantar e sou melhor ainda em me manter de pé.

Estou satisfeita e animada. Estou de volta no mercado. Estou de volta no ringue e sou muito boa de briga.

Um recado (que não será lido, mas ficará registrado para a posteridade) para quem não me contratou devido a uma informação mentirosa, alguns dinheiros altos serão perdidos do seu faturamento, pois essa cifra vai para a minha contratante, porque se tem uma coisa que eu sei fazer, e bem, é vender.

Beijo no ombro. 

 





Nenhum comentário: