quarta-feira, outubro 24

Comida que nos engana - Parte 1

Sei que já temos um batalhão de blogs de  comidas, receitas e gourmet, por isso não vou abusar do tema aqui. Mas se eu quiser abuso sim  já que esse blog é meu.
Eu adoro cozinhar, apesar de não saber fazer muitas coisas, o trivial, algumas receitinhas adaptadas, mas sinto falta de comer boa comida fora a minha, quando digo boa é bem feita e com qualidade, pode ser arroz com feijão que ta na boa.
Comer fora ou pedir é resumir a: pizza, massa, hambúrguer, outros tipos de sandubas, caso o dinheiro dê churrascaria.

Comida tem um limite, eu já enjoei até de bacon. E não sei vocês, mas tenho me sentido cada vez mais enfastiada, empanzinada com comida comum, pãozinho e biscoitinhos integrais, o rango daqui do restaurante do trabalho dizem ter uns aditivos, mas nunca foi provado, mas só de ter aqueles pozinhos todos, já é o suficiente, aliado a uma dor de estômago persistente e chata, resolvi fazer pequenas mudanças (que nada tem a ver com dieta) alimentares e passar por aqui sempre para dizer as impressões, levando-se em consideração que tem a ver com minha saúde e bem estar/globo.

De tanto sermos bombardeados de informações nutricionais serei sincera, precisei de pesquisa mental e lembrar do que li sobre desintoxicar, fui fazendo uma lista mental e eis uma parte dela. E a enganação que estamos vivendo.

Não falarei do óbvio refrigerante, batatinha e bolo que sabemos mais ou menos o que tem dentro, falarei dos engodos!!!!!!

Barra de cereal é engana trouxa, não preciso de tantas fibras mentirosas já que como “razoavelmente” bem, não tenho problemas intestinais e pasmem a maioria é glucose, açúcar e um tanto de aveia e flocos de arroz que tem índice glicêmico altíssimo, sem falar que aquelas lambidas de chocolate são de péssima qualidade, praticamente gordura hidrogenada, é melhor comer um bombom de qualidade e ó, muitas se assemelham nas calorias, sem falar que dá um upgrade nas cáries, já que é cheia de açúcar e o negócio gruda que é uma maravilha nos dentes, e eu nunca consigo comer uma só, quando consigo é para ficar com mais fome depois.

Sucos light industrializados: Peguei pavor por causa de uma marca vagabunda que está rolando na minha geladeira dias, acredito até que ajudou na dor de estômago, simplesmente puro ciclamato, e o gosto de adoçante está me apavorando tem um tempo, dizem  (os pesquisadores não eu, claro) que tem alta ligação com enxaqueca, se você é como eu e tem crises, fuja.

Biscoito "integral" o biscoito simplesmente parece polvilhado de casca de arroz com palha de milho e lã suja, você olha a embalagem e são apenas 120 calorias por pacotinho com 3. Fica a dica que um pão francês tem praticamente isso (153 um paozinho médio acho), portanto cadê o light? Cadê seu Deus agora? Olhe a embalagem: Farinha e gordura.

Iogurte: Tirando aqueles "integrais do potinho individual" a maioria é: açúcar ou adoçante, bebida fermentada (que não é iogurte), corante e aromatizador, até aqueles metidos a besta com nomes sugestivos a boa forma e a saúde. Se você comer iogurte todo dia seu intestino melhora, não é só activia minha gente, os integrais tem muito mais bactérias bacanas para você cagar bonito.

Leite: Agora você vê os rótulos!!!!!!!!! Rico em cálcio, rico em poliuretano, rico em enzimas enzimáticas. Todo leite é "rico" em cálcio, é parte do alimento em si, tipo farinha é carboidrato, sacou? Então a parada é pasteurizou, ferrou tudo, altíssima temperatura pra ele aguentar ficar um ano na prateleira do mercado sem estragar. Só que mata bactéria ruim e a boa, vai tudo embora o que sobra é um pouco de proteína, gordura, o branco e uma meia dúzia de nutrientes que você acha em tudo quanto é lugar, sabe pra que o leite é ótimo? alimentar alergias, causar muco e deixar você peidando. (eu tomo assim mesmo, mas é bom sabermos).

Leite de soja: Me respondam uma coisa, soja tem teta? Não. Vou deixar as piadas de lado por agora, mas gente soja não dá leite mals aê, para quem acaha que tipos é um ótimo substituto para o leite de vaca, as caixas em sua maioria é: Soja transgênica já triturada para a preparação de óleo e outros com: açúcar, aromatizador e benzoátos mil. Dificilmente bebo porque o aromatizador que as vezes lembram baunilha/amendoim com chocolate me enjoou depois de uns anos.

Margarina: Faz mal, mata e nada mais é que óleo de soja com aromatizador e hidrogênio. Não tem essa de light, com fibras ou sem colesterol (*aliás essa é ótima, merece um post só sobre colesterol) é óleo sólido ponto final. 
Dá uma olhada caso você tenha uma família quanto tempo dura sua margarina, se é pouco imagine quantas colheres de margarina estão comendo por ano, mudando as medidas de faca para colher dá pra termos uma noção do bastante. Mas eu como Qualy.

Tempero de pó: Já usei muito, depois me enjoou parei por isso não por saúde, não podemos ser hipócritas e xiitas, o que é: aromatizante + glutamato, se for em barrinha tem o aditivo de um pouco de gordura hidrogenada, mas posso contar uma coisa? Sozinho a maioria das coisas não matam, mas juntando.... tempero em pó, sedentarismo, fumo, sal, sal e muito sal + hereditariedade= combo pressão alta, de tomar remédio diariamente, dá medo falando assim né? É essa sou eu.
Mas tem jeito de melhorar, como muito menos sal e aboli esse temperinho. tá faltando largar o cigarro e andar mais, porém um pouco é melhor que nada.

Chocolate: quando eu era criança uma barra de chocolate era caro, não é porque eu era pobre não, tinha um tipo o "surpresa" (alguém lembra?) bom... sem mais delongas, hoje basicamente é: gordura, aromatizante, açúcar muito açúcar, cada dia mais doces e de brinde algumas coisas crocantes que nem sabemos o que é. Deve ser resto de soja que fez o leite caramelizada.

Continua....

PS: Esse post foi para abrir meus próprios olhos e não furar os de ninguém rs.

Um comentário:

satya disse...

Nossa, queria que todas as mulheres que eu conheço que comem 4578764 barras de cereal vaganundo lessem esse post.

Mais vale um bom chocolate, digo isso sempre!